GRAMADO – DIÁRIO DE VIAGEM

Oi, meninas!
Tudo bem? Como passaram o feriadão?

Eu fui aproveitar esses três dias na serra gaúcha, em Gramado e foi muito bom. Eu já conhecia a cidade, fui algumas vezes quando mais nova, mas o Matheus nunca havia ido, por isso passamos por todos os pontos turísticos de lá.

Saímos de Blumenau na sexta-feira pela manhã e, depois de alguns imprevistos com a estrada no caminho, chegamos em Gramado no meio da tarde. A cidade estava como eu nunca tinha visto, coberta por uma neblina que deixou tudo branquinho! Apesar de a temperatura não estar tão baixa, por volta dos 17ºC, o vento fazia com que a sensação fosse bem menor.

Gramado

Nossa primeira parada foi no McDonald’s (que fica em uma construção mega diferente!) para “almoçar” rapidinho. Depois, continuamos pelo centro da cidade a pé para ver as lojinhas e os pontos principais, como a Igreja, a Rua Coberta e a Rua Torta. No final da tarde fomos para o hotel para nos arrumar para jantar.

Gramado

Gramado

Gramado

Gramado

Gramado

Gramado

Um dos lugares mais tradicionais de Gramado são os cafés coloniais, é quase uma parada obrigatória! Nós escolhemos o Bela Vista, pois eu já havia ido e é o mais conhecido por lá. Gente, é muita comida! Mas antes de irmos jantar, resolvemos dar uma passada rápida em Canela, apenas para ver o centrinho e a Igreja, que a noite tem uma iluminação linda que muda de cor!

Gramado - Canela

Gramado - Café Bela VIsta

Gramado - Café Bela Vista

O segundo dia começou por outra parada obrigatória: o Lago Negro. O lugar é muito lindo, e a volta ao redor do lago é uma caminhada supergostosa de fazer. Depois de lá, fomos para um lugar que eu ainda não conhecia, um parque de lavandas. Não é tão incrível quanto parecia, mas vale a visita. O parque também conta com uma lojinha e um café, e o apple strudel de lá é o que mais vale a pena no passeio!

Gramado - Lago Negro Gramado - Lago Negro

Gramado - Parque de Lavandas

Gramado - Parque de Lavandas Gramado - Parque de Lavandas Gramado - Parque de Lavandas Gramado - Parque de Lavandas Gramado - Apple Strudel

Depois de lá seguimos para a parte mais divertida da viagem, o Snowland! Ficamos lá até o final da tarde e não paramos um segundo! Começamos pelo simulador de ski, seguimos para a patinação no gelo, e depois fomos para a parte gelada do parque. Na Montanha de Neve a temperatura chega a -4ºC! Eu já viajei para uma estação de ski, então já sabia como era a neve, mas para o Matheus foi o primeiro contato. O parque é superdivertido e, mesmo tendo o ingresso um pouco carinho, vale a pena! Mas cansa muito! Quando saímos do parque passamos em algumas lojas de chocolate e depois fomos para o hotel.

Gramado - Snowland

Vilarejo Alpino
Vilarejo Alpino
Montanha de Neve - Snowland
Montanha de Neve – Snowland
Montanha de Neve - Snowland
Montanha de Neve – Snowland

Gramado - Chocolate LuganoGramado

O jantar dessa noite foi um fondue delicioso. Pesquisamos alguns restaurantes que servem fondue e acabamos optando por um menorzinho, mas super aconchegante e gostoso.

Gramado - Fondue Gramado

No domingo tínhamos apenas a manhã para aproveitar, então fomos até o Parque do Caracol, onde fica localizada a cascata de mesmo nome. O passeio mais conhecido de lá é a escadaria que proporciona vistas lindas da cachoeira, mas infelizmente o caminho estava interditado :/ Fizemos então todas as outras trilhas do parque! O lugar é lindo e é muito bom sair um pouco da cidade.

Cascata Caracol, no Parque do Caracol, em Canela
Cascata Caracol, no Parque do Caracol, em Canela

Gramado - Cascata Caracol

Depois de lá pegamos a estrada para voltar para casa :/

O tempo foi curto mas foi muito bom!
Para quem quiser dicas de lá, vou fazer um post mais detalhado sobre os lugares que fomos!

Beijos,

 

 

DIÁRIO DO FIM DE SEMANA: GRAMADO

Olá meninas, tudo bom?

Finalmente de férias, nem acredito! Foi um semestre cheio pra mim e estou bem exausta. Quero aproveitar bem as férias (mesmo que só com as noites livres) e me dedicar ao blog, à leituras e às séries que tanto amo.

No fim de semana passado fomos à Gramado, um lugar que meu pai é apaixonado. Saímos sábado, dormimos em Caxias do Sul, passamos o domingo em Gramado e voltamos pra Blumenau na segunda, ufa! Hahaha

10836184_811761215532828_663329467_n

Fiquei assustada como Gramado mudou desde a última visita, acho que faz uns 5 anos que não íamos pra lá e está lotado de turistas! Foi um mega trabalho estacionar e a noite pra ver as luzes nem pensar em ir de carro!

A cidade está muito linda e mais charmosa que nunca, acho que quem nunca foi, tem que ir! Acabamos não fazendo muita coisa diferente pois já visitamos umas 4 vezes e conhecemos a maioria dos programas turísticos. Estava tentando achar as fotos das outras viagens aqui no computador mas não sei aonde estão, então vou contar só o que eu fiz nesse fim de semana mesmo.

Assim que chegamos, sem muita sinalização ou placas, passamos pela Snowland. Essa atração abriu faz pouco tempo e é um espaço para quem quiser ver neve! Recentemente estive no Chile e matei toda a curiosidade que existia em relação a neve, nem acredito que em tão pouco tempo já tive o prazer de vê-la novamente hahaha

Na Snowland compramos o pacote de R$ 89,00 por pessoa que dá direito à entrar no espaço de lojas, pista de patinação por 30 minutos e ver a neve por 2 horas, com as roupas necessárias. Para esquiar tem mais uma taxa e se não quiser ver a neve é um pouco mais barato, mas não vale a pena pagar só pra ver loja né?

Começamos pela patinação e foi muito divertido hahaha Eu e minha mãe mal conseguimos soltar o corrimão, o negócio é muito difícil gente! Ri muito.

Depois fomos pra neve e foi meio sem graça kkk Primeiro que a luva que eles dão não é impermeável. Neve é água, gelada, muito gelada, hiper gelada! Aquilo congela sua mão de um jeito que você só consegue pensar em sair do lugar. Eu burrinha não tinha percebido isso e já meti a mão na neve, depois tava muito desconfortável, passei muito frio. Outra coisa: é obrigatório estar com meia, eles não avisaram e fomos obrigadas a pagar 10 pila em uma meia, ninguém merece né? Fora isso, no lugar tem boias pra descer que já estão inclusas no pacote, fomos uma vez e logo a fila lotou. Não esquiamos. No fim, acho que ficamos uns 30 minutos na neve e saímos de tanto frio que estávamos 😛

snowland

Conclusão da Snowland: Se você nunca tiver visto a neve, acho um passeio bem legal. Quem estiver com crianças também, pois tem um castelo legal pra eles se divertirem. Só acho bacana se preparar com cachecol e uma luva melhor. 🙂

Saindo de lá, fomos para o centro de Gramado almoçar e passear até as 17h que tinha missa. Mais tarde fomos pra pousada tomar um banho e voltamos perto das 21h para ver as luzes acenderem, muito lindo! O jantar foi foundue <3

cidade

Foi praticamente isso, recomendo ficar mais dias aproveitando a cidade, tem váááários programas e muita coisa para aproveitar.

Beijos,

ana-caroline

 

COMO USAR: BOTAS

As botas são no inverno o que os chinelinhos são no verão: indispensáveis! Além de super confortáveis, elas esquentam bastante e ainda dão um “toque a mais” no look. Outro ponto positivo delas é que  podem ser encontradas em vários modelos. Tem as baixinhas (sem salto nenhum) de cano curto, de cano longo, com cadarço (tipo coturno), sem cadarço, tem as de salto com cano longo, cano curto, enfim, tem de tudo! haha. Esse post é totalmente dedicado àquelas cujos canos não passam da canela.

Elas são super versáteis. Podem ser usadas com calça, em um look bem casual, com um vestido, com saia e meia em dias não tão frios. Dá de criar vários visuais diferentes com elas. Outro detalhe que também está em alta são essas meias 3/4 (usadas até acima dos joelhos ou dobradinhas embaixo deles) . Logo, logo, vou fazer um post inteirinho sobre isso!

Achar essas botas por aí não é muito complicado, mas mesmo assim, fiz uma listinha com 9 dicas de botas e de onde encontrá-las.

Já estão preparadas com suas botas para enfrentar esse frio? Qual modelinho mais agrada vocês?

Beijos