DIÁRIO DE VIAGEM: JERICOACOARA 2017

Oiee!! Tudo bem com vocês?

Hoje vim contar pra vocês um pouquinho da minha viagem para Jericoacoara desse ano. Na minha família virou tradição, nos últimos anos tiramos uma semana de férias e vamos conhecer um pedacinho do nordeste do Brasil. A primeira vez foi Fortaleza e arredores, depois saímos de Fortaleza e fomos até os lençóis maranhenses e ano passado de Fortaleza até Natal. Todos esses lugares são paisagens diferentes, clima maravilhoso e acende um amor ainda maior pelo nosso país. Acho que já deu de perceber que gostamos de lá né? Hahahaha É que cada ano vamos descobrindo novas coisas para fazer!

Em 2015 havíamos visitado Jericoacoara bem rapidinho (até contei aqui no blog). A vila nos impressionou demais e nesse ano decidimos voltar com mais tempo para explorar cada cantinho. Parece que conhecemos um novo lugar!

Saímos de Blumenau na sexta (21/07) e nosso voo era até Fortaleza (dica: agora já tem aeroporto em Jericoacoara, compensa demais se esse for o único destino da viagem). Chegamos em Fortaleza no fim da tarde, passeamos um pouquinho pelo centro e a noite dormimos em Flecheiras. No sábado passeamos por essa parte do litoral que é linda e após o almoço começamos o caminho até Jeri.

De Fortaleza à Jericoacoara são cerca de 300 km, mas pode levar umas 5 horas para chegar até a vila. Nosso guia foi passando pelas praias, subimos dunas e encontramos lugares lindos, como os abaixo:

Chegamos no fim de tarde em Jericoacoara, jantamos e a noite decidimos conhecer o tradicional forró! Gente, que experiência incrível. Eu estou numa fase da vida que amo festinhas (hahah), então achei muito divertido. Foi algo completamente diferente do tipo de festa que eu vou, casais dançando e também vários turistas curiosos. Como era sábado, naquela noite era o Forró da Dona Amelia, o lugar é um restaurante e depois das 23:30h é que começa a festa. A entrada foi R$ 20,00. Vale a pena conhecer! Ah, cada dia o forró é em um lugar diferente, só se informar pela vila.

Outra dica da vida noturna de Jeri são as barraquinhas de caipirinha na beira da praia. A variedade é enorme, só escolher! Alguns dias da semana tem DJ tocando música por ali e o lugar lota. O bom é que fica ao ar livre e não precisa pagar para participar.

O dia seguinte foi livre e passamos na praia. É possível alugar cadeiras e guarda-sol. No fim do dia, subimos a Duna do Pôr do Sol para acompanhar o fim de tarde. Lá em cima venta muito, ou seja, areia voa toda em você (não adianta ir depois do banho ou arrumadinho porque sai de lá empanado kkkkkk) mas compensa demais. Sem dúvida o pôr do sol mais lindo que eu já vi na vida. É atração turística, a duna fica lotada!

Na segunda-feira tínhamos o primeiro passeio programado, saímos para o lado oeste, fizemos o passeio para ver os cavalos marinhos de barco, mangue seco até chegar em Tatajuba para almoçar e ficar até o fim do dia. Lá tem um escorregador que cai dentro da lagoa (R$ 10,00 para descer 3x) e stand up e caiaque para alugar. O restaurante é uma delícia (vou fazer um post contando as dicas mais específicas de onde comer/hospedar/etc).

Duas curiosidades: por ser no meio das dunas, não tem energia elétrica no local. Então, nosso suco de abacaxi, por exemplo, não foi feito no liquidificador e sim na mão mesmo! Outra coisa é que quando pedimos o cardápio, surgiu o garçom com os peixes/camarões/lagosta em uma travessa hahahah, era só escolher o que queria, ao vivo mesmo.

No dia seguinte, turistamos para o lado leste. A primeira (e mais longa) parada foi na Lagoa do Paraíso. Passamos praticamente o dia todo lá em um Beach Club chamado Alchymist. Já havíamos visitado a lagoa na viagem antiga, mas parecia que estávamos em um local totalmente diferente. Esse Beach Club é muito bem estruturado e gigante, totalmente direcionado para turistas. O preço é um pouco mais salgado, mas vale a pena passar o dia. É lá que tem as redes dentro da lagoa e a água super transparente cheia de peixes. Além disso também é possível alugar stand up e caiaque. Saímos de lá umas 15h e passamos pela Lagoa Azul, Praia do Preá e Árvore da Preguiça.

Os outros dias tínhamos livres e faltava só a Pedra Furada para finalizar os pontos turísticos. A maioria dos passeios ao fazer o lado leste também já param ali, mas a dica é ir até lá do centro de Jeri caminhando ou de charrete. Os carros acabam deixando numa distância bem longa da Pedra e é quase a mesma de andar do centro. A diferença é que andando do centro, além de não perder um tempo que poderia estar nas Lagoas, por exemplo, a vista pela praia é simplesmente maravilhosa! A caminhada é razoavelmente cansativa, mas vale MUITO a pena. Para quem não quiser andar tanto, as charretes chegam muito mais perto da pedra do que os carros ou bugues. E se quiserem uma dica ainda melhor, em determinadas épocas do ano o sol se põe bem no meio da pedra e é sensacional, eu acabei não indo – bobiei – e me arrependi. Fica a dica!

Essa foto do pôr do sol na Pedra Furada nossos amigos que tiraram, maravilhoso né? Eu vi o pôr do sol quase todos os dias e fiquei emocionada, vale a pena ver mesmo que da praia.

Gente, e esse céu azul? E a cor dessa água? Sem palavras!!

Jericoacoara tem um clima incrível, as ruas são todas de areia, tem uma vibe deliciosa e eu fiquei ainda mais apaixonada. Sem dúvidas voltarei.

No meu Instagram eu fiz um mini vídeo com alguns momentos da viagem:

Saudades desse paraíso 💛 #tbt

A post shared by Ana Caroline Cunha (@aneinha) on

 

Gostaram do post?

Beijos,

Ana Caroline

DIÁRIO DE VIAGEM – JERICOACOARA – DIA 2

Oiee!

Gostaram do primeiro post da viagem? Quem não viu é só clicar aqui!

Como eu falei no post anterior, o combinado era passar apenas o primeiro dia em Jericoacoara e já sair logo cedo no outro dia para o Delta do Parnaíba, no Piauí. Quando chegamos na pousada depois da janta, o nosso motorista deixou um recado que sairíamos apenas as 11h por causa da “maré alta”. Ficamos felizes pois poderíamos aproveitar um pouquinho a manhã e conhecer a cidade durante o dia.  Acordamos cedinho e fomos para a praia, uma delícia gente! Lugar maravilhoso, tomamos muita água de coco, banho de mar, caminhamos e voltamos pra pousada umas 10h. Chegando lá, o motorista avisou que tinha mandado o carro arrumar e que ficaria pronto só umas 14h….. Ai começou um pouco os perrengues da viagem. Mas nem nos estressamos e voltamos a passear, almoçamos lá mesmo (tem a foto ali embaixo do prato delicioso).

Finalmente, umas 14h, saímos de Jericoacoara para o Delta do Parnaíba. Quando começamos a subir as dunas, não deu um estouro no carro? kkkkk Sim!!!!! Tivemos que voltar na oficina, deu o maior atraso, que raiva! No fim deu tudo mais ou menos certo, mas o motorista foi rápido, passamos por paisagens lindas e ele só falava que não podia parar pois já estava tarde, a maré ia subir, o carro atolar e etc… Sério, da outra vez que fomos o motorista era SUPER gente boa, explicava tudo, sabia onde a gente tava, contava a história do lugar, parava para fotos quanto tempo quiséssemos e etc.

A única parada que ele fez foi em cima de uma duna com vista maravilhosaaa! As fotos não retratam a beleza do lugar, só estando lá mesmo. Ah, nessa hora ele ficou apressando a gente e falando que só poderíamos ficar alguns minutos e nem as fotos ficaram tão boas hahah. Mas faz parte!

Chegamos no fim do dia em Parnaíba, o caminho que fizemos é uma parte pela beira do mar (na areia mesmo, pertinho do mar, passando por manguezais e tudo!) e depois pegamos o asfalto. Chegando lá, saímos para jantar e voltamos pra pousada.

Acho que deu pra ter um pouco de noção da beleza desses lugares né? Fiquei apaixonada! No próximo post vou falar do nosso passeio no Delta do Parnaíba, que foi maravilhoso também.

Beijos,

ana-caroline

 

DIÁRIO DE VIAGEM – JERICOACOARA – DIA 1

Oiii gente!! Tudo bem?

Mais um diário de viagem começando aqui no blog! Quem acompanha a gente no Insta (@blabladodia) já viu que eu fui pro Nordeste no feriado de Corpus Christi. Ficamos viajando por uma semana e passamos pelo Ceará, Piauí e terminamos no Maranhão. A viagem foi incrível e vou contar detalhadamente pra vocês 🙂

Saímos de Blumenau na quinta-feira e o primeiro dia foi só de viagem. Desembarcamos no aeroporto de Fortaleza já era fim da tarde e pegamos o carro até Jericoacoara, cerca de 4 horas de viagem.

Como quem planejou a viagem toda foi meu pai, não tinha muita noção do que ia ser, tinha pesquisado um pouco mas nem imaginava o que era Jericoacoara. Achei no site deles uma definição muito legal e que descreve exatamente o lugar:

Jericoacoara é um Parque Nacional localizado a 300 km a oeste de Fortaleza. Reúne um conjunto de belezas naturais de diferentes biomas criando um lugar único. […] A vila não possui postes de iluminação para preservar a iluminação proveniente da lua e das estrelas, as ruas são de areia e não existe estrada de acesso nos últimos 15 km, portanto é necessário veiculo 4×4 para chegar.

http://www.portaljericoacoara.com.br/

A cidade foi uma verdadeira surpresa pois é bem diferente da minha realidade. Lá é tudo muito simples e aconchegante. Como estávamos muito cansados da viagem, demos uma voltinha e escolhemos um lugar para jantar. Os restaurantes de lá são maravilhosos! Comemos muuuuito bem. Nesse primeiro lugar (que esqueci o nome hehehe) pegamos um prato com peixe, camarão e lagosta! O preço acessível e o sabor delicioso. Inclusive, voltamos no dia seguinte para almoçar de tão delicioso.

No dia seguinte, começamos os passeios. Estávamos com uma 4×4 e fomos passeando por meio das dunas até chegar na Lagoa do Paraíso! Que lugar delicioso, não tenho nem palavras para explicar. A água é transparente, o dia estava lindo, tem várias redes no meio da água e mais uma vez comida muito boa! Ficamos lá um tempão.

Saímos no começo da tarde para ir na famosa Pedra Furada. Antes paramos para tirar foto na árvore da preguiça, que vocês vão ver nas fotos ali embaixo.

Para chegar na Pedra Furada, precisa caminhar um trechinho que parece meio longo considerando o calor do nordeste hahah. E sincesamente, achei meio sem graça, só porque virou um ponto turístico mesmo, só fomos lá bater fotos.

Voltamos para a pousada, descansamos um pouco e fomos dar uma volta em Jeri a noite! O lugar é muito legal e diferente, ficamos todos impressionados, tem bastante restaurante e opções para se divertir. Fuçamos pelos “becos” e nos apaixonamos mais ainda. Jantamos numa pizzaria nesse dia.

Vamos as fotos:

BLOG

Até então, achávamos que era nosso último dia por ali pois sairíamos cedo no outro dia para o próximo destino. Mas isso fica para o próximo post hahahah!

Beijos,

ana-caroline

 

DICAS DE VIAGEM: 3 PRAIAS DO NORDESTE

O nordeste brasileiro sempre é um dos lugares que vem no topo da lista quando pensamos em destinos para aproveitar a praia, né? Nesse caso, dá de curtir o clima quente de lá não só no verão, já que faz calor praticamente o ano inteiro.

Mas o foco de hoje é trazer dicas de lugares para conhecer nas férias que estão chegando, então selecionei 3 praias do nordeste que já conheci e que são super destinos para o verão!

Dica de viagem: Praias do Nordeste - Fortaleza - Blá Blá do Dia

FORTALEZA 

A capital do Ceará já foi bem explorada aqui no blog no diário de viagem da Ana (ela passou parte das férias do ano passado lá!) mas como é um destino super legal, vale repetir a cidade nessa lista. A cidade em si já é um grande atrativo, mas as praias são uma mais linda do que a outra, como a Praia do Futuro, Prainha e Jericoacoara, por exemplo. As falésias também são uma atração à parte!

O Beach Park também é um super atrativo. A Ana já falou dele aqui então só complemento com uma frase: tem que ir no Insano! haha É muito legal e super arrepiante! O passeio de bugue (coisa clássica de turista nas praias de lá) pelas dunas até laguinhos onde tem skibunda é muito divertido também. Se for sua primeira vez por lá, não deixe de fazer!

Dica de viagem: Praias do Nordeste - Recife - Blá Blá do Dia

RECIFE

Recife também é uma cidade que vale a pena conhecer por ela própria. Com uma área central bonita, lojas boas e shoppings legais, a cidade é super bem estruturada e preparada para os turistas.

As praias também são lindas, com destaque para a de Boa Viagem que tem uma beira mar incrível e piscinas naturais que são uma delícias, com a água do mar clarinha e morna (bem ao contrário da água do Rio).

Como extra, quem conhece Recife pode (deve!) conhecer Olinda e seu centro histórico e a praia de Porto de Galinhas, que é ma-ra-vi-lho-sa!

Dica de viagem: Praias do Nordeste - Natal - Blá Blá do Dia
NATAL

Das três praias, Natal é a que menos chama atenção pela cidade em si, mas suas belezas naturais são lindas e os passeios imperdíveis. O tradicional para os turístas é o passeio de bugue pelas dunas (maior atração de lá). Na maioria das vezes, o passeio leva um  dia inteiro, já que a área das dunas é bem grande e são vários pontos de paradas, tanto para banho e lagoas quanto  para o skibunda e o aerobunda (que também são muito divertidos!).

Resolvi que não iria me alongar com dicas de hotéis, restaurantes e lugares específicos para visitar, mas qualquer dica que queiram saber é só perguntar nos comentários, ok? Ficamos felizes em responder.

Beijos,

Carol-Borba

DIÁRIO DE VIAGEM: DIA 5 – BEACH PARK

Olá!

Última parte do Diário de Viagem.

IMG_0555

Deixamos para o último dia ir ao Beach Park, famoso parque aquático cheio de aventuras. Decidimos isso porque pode ser bem cansativo passar o dia em piscinas e toboáguas e como no outro dia era uma maratona de escalas e horas voando era melhor do que ser um dia de passeios. Estávamos certos quanto a essa previsão já que nosso plano era voltar de lá, sair para fazer mais umas compras, visitar um museu e ir jantar fora. Acabamos todos ficando no hotel e sem forças nem para pedir a janta no quarto! Hahahaha

O parque, como eu disse no início do post, é cheio de aventuras! Os brinquedos abrem só as 11hs e o parque fecha às 17hs. O preço é bem salgado e se você não gosta de aventuras é melhor deixar de lado. O ingresso custou R$ 170 (acho que depende da época o valor) e o consumo lá dentro é bem caro. Os armários são mais R$ 40, um hot dog com batata frita e refrigerante R$ 22 e assim vai…

post1

Já vou falar de cara que não tivemos coragem de ir no Insano, que é o mais famoso! É muuuito alto e dá muuuito medo hahaha Eu me arrependi na verdade, deveria ter tentado, mas agora é tarde demais. Outro brinquedo que não tive coragem de ir mas que é bem radical é a Cápsula. Ela fica ali junto com esses tobogãs do Arrepius (foto abaixo) e é assim: você entra dentro dela, eles fecham tudo e começa uma contagem regressiva que leva à abertura do chão e você cai em  queda livre. Ah, uma menina estava falando que se você fechar o olho eles não abrem o chão kkkk Tem que ficar vendo tudo! Tem duas cápsulas e uma delas não tem contagem, segundo o guia.

post2

Nesse Arrepius nós fomos no rosa e no verde. O rosa é todo escuro e da um medinho maior que no verde. Mas nesse verde foi o que resultou em piadas até agora! Foi eu, minha mãe e o Guilherme e ele acabou indo de costas e fez uma cara de apavorado o trajeto inteiro, eu e minha mãe toda vez que lembramos da cara dele morremos de rir hahahaha.

São diversas opções no parque, quem vai com crianças pode aproveitar o Aqua Circo que é muito fofo e até adulto se diverte! O chão é gostoso de pisar no meio do calorão e a criançada se diverte.

O parque é muito variado, há toboáguas com boias para uma pessoa, para duas e para quatro e também alguns que não são com boias. Para depois do almoço, tem um rio artificial que é bem relaxante! E quem quiser também pode ter acesso a praia (meu pai foi enquanto nós ficávamos na fila de um toboágua e disse que é ótima para banho!)

post3

E assim foi minha viagem para o Ceará! Eu adoreei a viagem e aproveitamos muito! Quem tiver dúvidas, pode perguntar!

Beijos

DIÁRIO DE VIAGEM: DIAS 3 E 4 EM FORTALEZA

Olá!

Vou continuar contando o meu roteiro da viagem do fim do ano.

Após os dois dias passeando pelo litoral do Ceará, escolhemos o terceiro dia para ficar mais livre. Saímos do hotel um pouco mais tarde e andamos pela Avenida Monsenhor Tabosa, que estava em reforma mas era do ladinho do hotel e é uma das principais ruas de compras. Compramos algumas coisas lá com preços bem legais. Comprei uma saia longa por R$ 15,00, um vestido longo por R$ 60,00 e um shorts de oncinha bem fofo que foi uns R$ 40,00, se eu não me engano. Andamos a rua toda e depois voltamos para o hotel e fomos curtir um pouco a piscina e a vista linda que tinha lá de cima!

hotel

Depois do almoço fomos andando do nosso hotel até a Praia do Futuro, a partir das 16:00 até tarde da noite fica uma feirinha enorme que é bem famosa, porém, era véspera de natal e menos da metade das barracas estava aberta 🙁 Mesmo assim valeu a pena, minha mãe comprou um biquíni completo por R$ 30,00, compramos lembrancinhas fofas e voltamos para o hotel porque a caminhada era longa hahaha. Nos arrumamos para a véspera de Natal e fomos à Missa do Galo na Catedral de Fortaleza. Foi uma das missas mais emocionantes que já fui, estava lotado e as pessoas levam até cadeira de casa para sentar.

Após a missa fomos sair para jantar, a intenção era ir no famoso Coco Bambu mas quando chegamos lá, estava fechado!! Acabamos jantando no restaurante Beira Mar Grill, o preço é salgado (como todos os lugares que comemos na viagem) e a comida não era tããão espetacular. Após a janta voltamos para o hotel.

No dia seguinte programamos para ir no Crocobeach que também fica na Praia do Futuro, mas é preciso de um táxi para chegar lá porque era bem distante do hotel. Crocobeach foi outra surpresa, eles tem uma estrutura enorme e muito preparada para os turistas. Apesar de ter gente circulando o tempo todo vendendo coisa lagosta, camarão, tapete, pulseiras e etc, na própria estrutura tem restaurante com comida por kilo, à la carte, piscina, mesas na beira da praia, árvores, deck, ar condicionado, chuveiros… Enfim, é um lugar enorme com o que você quiser fazer. Fato interessante: a água nesssa parte da praia tem um tom escuro em alguns pontos e parece sujeira, achamos estranho porque vimos gente tomando banho normalmente e minha mãe parou para perguntar. O senhor explicou que a água fica assim em algumas épocas do ano, mas não é suja e pode tomar banho nela tranquilamente. Falou que provavelmente é a água doce que se mistura nessas faixas de água salgada e fica nesse tom. Legal né?

crocobeach

Depois do almoço fomos dar uma caminhada e descobrimos mais uma maravilha ali naquela região, conforme a maré vai baixando, vão se formando piscinas naturais que é uma delicia de ficar porque não tem muita gente e a água é calminha, amei!

Nesse dia não levei a câmera para lá, bati as fotos só com o celular, mas no site deles da de ver toda a estrutura.

Ah, mais uma dica! Em Fortaleza não tem horário de verão e escurece muito cedo, o que é uma pena! E não aconselho pegar um hotel perto dessa região da Praia do Futuro, porque os restaurantes ficam abertos apenas durante o dia e a noite só abrem às vezes e fica tudo deserto.

Só tenho mais um post sobre a viagem mas depois quando eu acabar de contar minhas aventuras, já tenho novidades que eu acho que vocês vão adorar!

Beijoss

DIÁRIO DE VIAGEM: DIA 2 – LITORAL LESTE

Olá!!

Gostaram do post do primeiro dia de viagem? Hoje é a continuação!

O segundo dia foi ainda mais emocionante, saímos um pouquinho mais cedo do hotel, às 8 hs, e seguimos ao litoral leste de Fortaleza até Canoa Quebrada!

dia2

Fomos pela estrada no sentido da Praia do Futuro, Sanbiaguaba, vimos o Beach Park de cima que fica na praia de Porto das Dunas e, se eu não me engano, na Praia do Japão pegamos a beira do mar e começamos nossas aproximadas 4 horas andando pela areia com a 4×4. Era uma segunda-feira e diferente dos poucos buggys que passamos no domingo, nesse dia a praia era só nossa! Passamos pela Prainha, Praia do Presídio e em Iguape entramos no vilarejo. Outra vila fofa e interessante. Passamos ainda pelas praias de Batoque, Balbino e pelo vilarejo de Caponga. Esse vilarejo, segundo o Paulo, nosso guia, quando chove fica todo embaixo da água!!! A questão é que não chove há 3 anos naquela região hahaha Quando chove são 5 minutinhos que não da nem pra se molhar. Vimos a seca de perto, que é algo totalmente inusitado para nós do sul que temos diversas enchentes.

dia2balsa

Em Águas Belas, para continuar nosso caminho pela areia, precisamos do auxílio das balsas!  E logo após em Barra Nova precisamos novamente utilizá-las. Esses dois lugares eram encantadores, água calma, limpa e ótima para um banho! Acho que foi um dos lugares mais bonitos na viagem, se não tivéssemos mais lugares para ir, seria perfeito para terminar o dia. Seguimos então por Tabuba até Morro Branco e Praia do Diogo que é onde tem as falésias! Fizemos um passeio pelo labirinto de falésias com um guia local e ali é o melhor lugar para comprar lembrancinhas. É bem bonito a vista lá de cima e esse é um lugar bem movimentado que passamos.

dia2falesias

Saindo das falésias passamos pela Praia das Fontes, Uruau, Barra da Sucatinga, Arioiz, Praia do Canto Verde, Paripoeira, Parajuru e esse trecho foi cheio de emoções, coisas que só conseguimos fazer por estarmos com uma 4×4. Nosso guia queria ir para outro lugar espetacular, passamos no meio da caatinga e chegamos num morro de dunas. O Paulo foi com a 4×4 para subir o morro… e não subiu… ele tentou de novo… não foi… ele estava confiante que ia subir (conhecia os lugares como ninguém, diferente da gente morrendo de medo kkkk) esvaziou um pouco mais os pneus, foi formando uma estrada, acelerou ee…. nada! Mais uma tentativa de subida e após fortes emoções ele conseguiu hahahaha E a vista lá de cima foi espetacular, sem palavras! Gravei um vídeo da tentativa de subir, vou editar e mostro depois.

dia2canoaquebrada

Seguimos mais um bom trecho até sair da areia e pegar a estrada até Canoa Quebrada. O Paulo já tinha falado que Canoa Quebrada tem mais nome do que beleza e ele estava certo. Depois de tudo que passamos naquele dia, essa praia foi a mais sem graça de todo o caminho. Claro que é mais equipada com restaurantes, passeios de jangada e etc, mas as outras praias eram tão mais belas! Almoçamos e ficamos pela praia até a hora que decidimos ir para casa pela estrada novamente.

Ninguém tinha indicado esse tipo de passeio para nós, foi um super achado do meu pai. E como eu falei no primeiro post, foi a melhor escolha! O Paulo sabia de toda a história, todos os caminhos secretos, sabia como lidar com o carro que estávamos e vimos paisagens maravilhosas. A maioria dos pacotes você vai de ônibus até tal praia e mesmo se alugar um buggy não vê nem metade dessas paisagens. Quem tiver de viagem marcada para Fortaleza eu aconselho gastar um pouco mais e alugar uma 4×4 para fazer esses dois trechos.

Além desse que fizemos eles tem um roteiro que sai de Fortaleza e vai até os Lençóis Maranhenses tudo com 4×4 na beira do mar e ainda para em Jericoacoara. O nome da agência que pegamos esses pacotes foi a Hardtour, mas acredito que na região tenham outras nesse estilo também.

Tenho post do Crocobeach e do Beach Park para mostrar pra vocês!

Beijos

DIÁRIO DE VIAGEM: CEARÁ – CHEGADA E DIA 1

Oieee! Tudo bom? Hoje vou contar um pouco da minha viagem para o Ceará.

No dia 21 de dezembro fui para Fortaleza passar 6 dias de férias. Voltei encantada dos passeios que fizemos e quero compartilhar umas dicas com vocês!

A viagem foi toda organizada por nós, meu pai achou as passagens super baratas uns 6 meses antes e já comprou. Depois achamos um hotel que o preço estava excelente também. Por último fechamos um passeio com uma agência para visitar todo o litoral leste e oeste partindo de Fortaleza e tudo em uma 4×4. E essa foi a melhor decisão tomada em toda a viagem.

Nosso voo saiu de Navegantes e fizemos escalas em São Paulo e no Rio de Janeiro antes do nosso destino que era Fortaleza. A quantidade de escalas deixou o voo mais barato, então fica a dica! Essa agência que contratamos para fazer os passeios disse que pegaria a gente no aeroporto mas ocorreu um imprevisto e eles não conseguiram ir buscar. Já rolou um mini desespero que podia ser furada, mas eles foram atenciosos e atenderam as ligações e aconselharam que nós pegássemos um táxi até o hotel que depois eles iam reembolsar o valor pago. E foi o que aconteceu.

IMG_0362
Look para viajar!

O hotel que ficamos foi o Hotel Praia Centro que fica na praia de Iracema e pelo preço que pagamos ele foi bom. Na noite que chegamos, saímos para passear na praia e essa região é cheia de gente andando de patins, bicicleta e etc. Assustaram bastante a gente que a cidade era perigosa então sempre saímos com muita cautela mas, pelo o que nosso guia falou, os cearenses são exagerados! hahahaha

Após essas introduções e resuminho do começo da viagem, vamos efetivamente ao primeiro passeio! Hahahah

Era um domingo e às 8:15 nosso guia, o Paulo, estava na recepção do hotel nos esperando. Fomos rumo ao litoral oeste de Fortaleza. Inicialmente pelo asfalto até entrar nas dunas e chegar na areia na beira do mar! Gente… as praias são desertas!!!!!!! Não tem ninguém na praia. Quem vem para o litoral de Santa Catarina sabe que é uma batalha para colocar o guarda-sol, quem tem crianças redobrar a atenção porque é fácil se perder no meio da multidão, mas ali isso não existia. Uma imensidão de areia sem ninguém para preencher e nós andando de carro na beira do mar!! Sonho!!!

dia1

As praias que passamos tudo pela beira do mar no primeiro dia foram: Praia do Cumbuco, Pacém, Praia da Colônia e Taíba. Em Paracuru saímos da praia pois era uma área de banhistas e passamos pela vila. Tudo simples e calmo, sem luxos mas muita cultura! Entramos novamente na beira do mar e passamos por Lagoinha, Barra do Rio Traíri, Guajiru e paramos para almoço em Flecheiras. Lá tinha um pouco mais de gente mas sem lotar a praia. Muuito tranquilo. Almoçamos e passamos umas horas na praia, lá se formam piscinas naturais muito lindo! A água é clara e muito calma.

O bom desse passeio é que nós que escolhemos a hora que queremos sair e ir embora. Achávamos que tinha acabado por aí mas, como disse o nosso guia, ele deu um presente de “sobremesa” hahaha. Saímos de Flecheiras e passamos por Emboaca até Mundau e lá que se encontra a sobremesa. Um encontro do mar com o rio visto direto de cima das dunas! Maravilhoso… As fotos não são capazes de demonstrar a beleza daquele lugar.  Saímos de lá encantados e voltamos pela CE 085 até o hotel.

dia1mundau

Essa foi a aventura do primeiro dia! Logo venho falar do segundo que segue o mesmo sentido mas o leste trouxe ainda mais suspresas!

Beijos!!!