VIAGEM: AMSTERDAM – CONTIKI – EUROPEAN DISCOVERY

Oie! Continuando o post do meu Contiki, mas agora com um diário do roteiro que fiz pela Europa. Hoje vou contar os dois primeiros dias, quando passei por Amsterdam e St. Goar!

Resolvi pular Londres por enquanto e focar no roteiro que foi todo organizado pela empresa, já que na Inglaterra cheguei 3 dias antes e eu pude fazer tudo sozinha. Assim, cheguei em Londres na segunda-feira mas foi apenas na quarta final da tarde que teve início meu European Discovery. Na verdade, foi apenas uma reunião, que é na sede da Contiki em Londres, bem rápida e pouca informação. Coisa de 15 minutos, mas já ouvi falar que algumas vezes demora mais, acredito que dependa de cada guia.

Então – finalmente – na quinta-feira cedinho, às 6h, nos encontramos todos em um hotel, onde o ônibus saiu. Lá conferiram o peso das malas, os documentos e ganhamos uma folha de boas-vindas com algumas informações.

A saída demorou um pouco, mas quando estava tudo organizado, partimos para o porto de Dover. Ele liga a Inglaterra e a França. Pegamos um ferry gigante (tipo um navio) por umas 2 horas e depois seguimos de ônibus por outras longas horas rumo a Amsterdam. No meio do caminho a nossa guia fez algumas dinâmicas, entre elas uma em que tínhamos que alterar os lugares que estávamos sentados para conversar com outras pessoas. Foi bem legal e foi quando eu senti que meu inglês era melhor que eu imaginava. Saímos de Londres lá pelas 7h e chegamos em Amsterdam no fim da tarde, direto pro hotel.

Foi quando chegamos no hotel que eu descobri quem era minha roommate e já nos primeiros minutos eu vi que íamos nos dar bem. Jantamos no hotel e logo após todo o grupo se reuniu para ir em um passeio de barco nos canais de Amsterdam, com direito a 1h30min de open bar. O open bar tinha cerveja, vinho, vodka e uma bebida típica de “entrada”. Nessa hora, provavelmente influenciados pelo álcool (hahah), as conversas fluíram! Sentamos em pequenos grupos e fomos nos conhecendo, bem legal.

Após, seguimos em direção à Red Light Street para assistir à um Sex Show. Hahah, foi uma experiência bizarra, mas é história pra contar né? Daquelas coisas que a gente faz uma vez na vida, principalmente numa cidade tão liberal quanto Amsterdam kkkkk. Nessa rua é proibido fotografar. Ah, esse passeio nos canais e o show eram opcionais, mas todos do grupo toparam. Depois do show tínhamos duas opções: poderíamos voltar por transporte público com a nossa guia ou continuar passeando.

O grupo se separou, alguns foram para o hotel e outros ficaram. A guia sempre ensinava a melhor maneira de voltar para quem ficasse. Eu fiz parte do grupo que ficou andando pela Red Light, paramos em um dos The Bulldog Coffeeshop e também numa baladinha que não estava tão legal assim, um tempinho depois pegamos o ônibus e voltamos para o hotel, mas aproveitamos o máximo da noite em Amsterdam.

Na sexta-feira, saímos as 8:15h para o centro da cidade e nessa hora estava chovendo MUITO, justamente na hora que íamos para a famosa placa de Amsterdam. Incrivelmente, assim que o ônibus estacionou, a chuva parou, o tempo abriu e pegamos a placa praticamente só para nós! Acho que essa é uma boa dica, ir cedinho pra pegar uma foto limpa.

Depois disso, tínhamos a manhã livre até 12:30h, quando íamos partir para a próxima cidade. Ficamos em 4 pessoas andando pelas ruas, saindo da placa até o Van Gogh Café que era o ponto de encontro. Não fizemos nada em especial, apenas fomos andando naquele sentido, tomamos um chocolate quente para espantar o frio, achamos umas feirinhas, almoçamos e ficamos perambulando até a hora de partir para o próximo destino!

Amsterdam foi tudo o que eu imaginava e que se houve falar, ficamos 24hrs e deu para ter uma boa noção. Eu queria ter planejado um pouquinho melhor o que fazer nessa manhã livre, mas só ficar passeando pelas ruas foi ótimo e conseguimos uma visão geral da cidade.

Após Amsterdam paramos em St. Goar, foram 5h de ônibus até lá. A realidade é que a parada é só para não ficar cansativo o caminho até Munique. Chegamos a noite e na cidade não tem nada para fazer, é tudo fechado, tivemos um jantar beeem alemão no hotel e depois do outro lado da rua havia uma vinícola, o opcional da noite era fazer uma degustação dos vinhos. Novamente, grande parte do grupo participou. Eu confesso que não gostei, experimentamos uns 5 vinhos em copinhos de “shots” e eu não entendia NADA da explicação. Fim do dia, alguns ficaram pelo bar do hotel, outros foram até um castelo que tinha por lá (o que o vinho não faz né haha) e eu fui dormir.

No dia seguinte, sábado, as 8:30h saímos rumo à Munique e vimos que do outro lado do hotel a vista era linda! O nascer do sol, o rio que passava ali perto e os castelos aos redores, valeram a parada.

Ah, todos os dias uma folha nesse estilo passava pelo ônibus mostrando a programação do dia.

Próximo post: Munique e Innsbruck, uma das minhas partes favoritas!

Espero que tenham gostado,

Ana Caroline

O QUE USAR EM PARIS NA PRIMAVERA?

Nosso segundo destino na Europa foi Paris. Ficamos apenas três dias na cidade, mas conseguimos conhecer os pontos mais importantes e sentir um pouco o clima de lá.

Por lá, a primavera parecia já ter chego. Pegamos três dias de céu azul e temperaturas um pouco mais altas do que em Londres, por volta dos 15° C, mas ainda assim a composição dos looks continuou a mesma: tricot, casaco pesado e calça. Luvas e toucas não eram mais tão importantes assim, mas o cachecol sempre era bem-vindo por causa do vento.

Tricot Mescla Zara – Calça Branca Renner – Casaco Preto da Mãe – Bota Preta Zara

Tricot Mescla da Mãe – Calça Preta Zara – Casaco Marinho da Mãe – Bota Preta Zara

Moletom Off-White Sofie – Calça Preta Zara – Casaco Marrom Brechó (Enjoei) – Bota Marrom Zara

As dicas para quem vai à Paris nessa época continuam praticamente as mesmas de Londres. Quando faz sol e você caminha o dia inteiro esquenta, mas não o suficiente para usar roupas curtas ou abrir mão do casacão. A única coisa é que não era mais preciso colocar mil e uma blusas por baixo para aquecer.

Beijos,
Carol Borba

LOOK DO DIA – FORMATURA

Em Dezembro a Ana se formou! UHUL (ela já contou mais detalhes aqui, vem ver). O grande dia dela, o dia do baile, estava perfeito e é claro que para uma ocasião especial assim todo mundo tinha que caprichar no look!

Para a festa, aproveitei para estrear um vestido que já estava no meu armário há algum tempo e nunca havia sido usado. Acho ele super moderno! A cor é um verde escuro, que pode parecer meio arriscado para uma formatura, mas eu achei que combinou muito. Como o vestido tinha cor, preferi saltos nude, para não brigar com ele. Além disso, não usei muitos acessórios, pois acho que o vestido não pedia muita coisa.

O cabelo (que por falar nele, está mais iluminado graças a Bruna – AMEI <3) deixei natural, apenas com mais volume e a make foi feita pela minha irmã (a Ju) que arrasou!

Look Formatura - Carol Borba Look Formatura - Carol Borba
6

🎓🎓🎓 | congrats @aneinha 👏👏👏 #anaformou

A photo posted by Carolina Schmidt Borba (@caaarolborba) on

P.s.: fotos improvisadas – para variar – pois nunca dá tempo para fotografar decentemente os looks! kk

Beijos!
Carol Borba

GRAMADO – DIÁRIO DE VIAGEM

Oi, meninas!
Tudo bem? Como passaram o feriadão?

Eu fui aproveitar esses três dias na serra gaúcha, em Gramado e foi muito bom. Eu já conhecia a cidade, fui algumas vezes quando mais nova, mas o Matheus nunca havia ido, por isso passamos por todos os pontos turísticos de lá.

Saímos de Blumenau na sexta-feira pela manhã e, depois de alguns imprevistos com a estrada no caminho, chegamos em Gramado no meio da tarde. A cidade estava como eu nunca tinha visto, coberta por uma neblina que deixou tudo branquinho! Apesar de a temperatura não estar tão baixa, por volta dos 17ºC, o vento fazia com que a sensação fosse bem menor.

Gramado

Nossa primeira parada foi no McDonald’s (que fica em uma construção mega diferente!) para “almoçar” rapidinho. Depois, continuamos pelo centro da cidade a pé para ver as lojinhas e os pontos principais, como a Igreja, a Rua Coberta e a Rua Torta. No final da tarde fomos para o hotel para nos arrumar para jantar.

Gramado

Gramado

Gramado

Gramado

Gramado

Gramado

Um dos lugares mais tradicionais de Gramado são os cafés coloniais, é quase uma parada obrigatória! Nós escolhemos o Bela Vista, pois eu já havia ido e é o mais conhecido por lá. Gente, é muita comida! Mas antes de irmos jantar, resolvemos dar uma passada rápida em Canela, apenas para ver o centrinho e a Igreja, que a noite tem uma iluminação linda que muda de cor!

Gramado - Canela

Gramado - Café Bela VIsta

Gramado - Café Bela Vista

O segundo dia começou por outra parada obrigatória: o Lago Negro. O lugar é muito lindo, e a volta ao redor do lago é uma caminhada supergostosa de fazer. Depois de lá, fomos para um lugar que eu ainda não conhecia, um parque de lavandas. Não é tão incrível quanto parecia, mas vale a visita. O parque também conta com uma lojinha e um café, e o apple strudel de lá é o que mais vale a pena no passeio!

Gramado - Lago Negro Gramado - Lago Negro

Gramado - Parque de Lavandas

Gramado - Parque de Lavandas Gramado - Parque de Lavandas Gramado - Parque de Lavandas Gramado - Parque de Lavandas Gramado - Apple Strudel

Depois de lá seguimos para a parte mais divertida da viagem, o Snowland! Ficamos lá até o final da tarde e não paramos um segundo! Começamos pelo simulador de ski, seguimos para a patinação no gelo, e depois fomos para a parte gelada do parque. Na Montanha de Neve a temperatura chega a -4ºC! Eu já viajei para uma estação de ski, então já sabia como era a neve, mas para o Matheus foi o primeiro contato. O parque é superdivertido e, mesmo tendo o ingresso um pouco carinho, vale a pena! Mas cansa muito! Quando saímos do parque passamos em algumas lojas de chocolate e depois fomos para o hotel.

Gramado - Snowland

Vilarejo Alpino
Vilarejo Alpino
Montanha de Neve - Snowland
Montanha de Neve – Snowland
Montanha de Neve - Snowland
Montanha de Neve – Snowland

Gramado - Chocolate LuganoGramado

O jantar dessa noite foi um fondue delicioso. Pesquisamos alguns restaurantes que servem fondue e acabamos optando por um menorzinho, mas super aconchegante e gostoso.

Gramado - Fondue Gramado

No domingo tínhamos apenas a manhã para aproveitar, então fomos até o Parque do Caracol, onde fica localizada a cascata de mesmo nome. O passeio mais conhecido de lá é a escadaria que proporciona vistas lindas da cachoeira, mas infelizmente o caminho estava interditado :/ Fizemos então todas as outras trilhas do parque! O lugar é lindo e é muito bom sair um pouco da cidade.

Cascata Caracol, no Parque do Caracol, em Canela
Cascata Caracol, no Parque do Caracol, em Canela

Gramado - Cascata Caracol

Depois de lá pegamos a estrada para voltar para casa :/

O tempo foi curto mas foi muito bom!
Para quem quiser dicas de lá, vou fazer um post mais detalhado sobre os lugares que fomos!

Beijos,

 

 

DECORAÇÃO PARA AS PAREDES

Decoração é uma daquelas coisas que quando bate a vontade de mudar, a gente não para de pesquisar sobre o assunto, não é mesmo?

O que tenho pesquisado muito ultimamente é como decorar paredes de formas alternativas, com muitos quadros, molduras e até mesmo flores. Misturar cores e artes diferentes transforma o ambiente e ainda passa a sua personalidade para ele. Existem vários sites que disponibilizam artes para posters, assim fica fácil: é só imprimir e emoldurar!

Outra ideia é utilizar os tradicionais pincel + tinta mas usar toda a criatividade para sair do comum. Escrever frases na parede ou até mesmo fazer desenhos pode ser a saída para quem não quer gastar muito!

 

Wall Decor Inspiration Blá Blá do Dia

Nessa hora, toda criatividade é válida!

A Thaise, do blog Amô, mostrou algumas dicas de como transformar a parede de forma fácil, espia lá!

Beijos,
Carol-Borba

DIÁRIO DE UM SILICONE: PRIMEIRA SEMANA

Oieee!! Depois do primeiro post sobre minha cirurgia para colocar silicone com algumas informações mais gerais, hoje vou contar sobre a minha primeira semana de recuperação e alguns outros detalhes que eu for lembrando.

IMG_5049Uma semana depois da cirurgia! Fiz uma festinha de aniversário 🙂

Acho que é bom mencionar que esse é o MEU diário. Não quero influenciar ninguém a ficar fazendo cirurgias plásticas nem nada do tipo e sim ajudar aqueles que tem dúvidas e que provavelmente já tomaram a decisão de fazer. Também acredito que vocês saibam que algumas coisas podem mudar de pessoa para pessoa e também de médico pra médico. Eu sempre soube que eu colocaria silicone pois era algo que me incomodava muito.

Vamos lá??

08 de JULHO – Dia da cirurgia.

Fiquei super ansiosa, estava quase pirando kkkkk. Minha última refeição foi as 21h do dia anterior. A cirurgia estava marcada para as 9:30h e cheguei no hospital para internação as 7:30h. Umas 8:30h me chamaram para os procedimentos do pré-operatório. Troquei de roupa, mediram minha pressão e fiquei numa salinha esperando a hora da cirurgia em uma maca. Colocaram soro e eu odiei ficar com aquilo hahaha. Não doeu, mas fico muito agoniada de ter aquele negócio na minha mão. Não sei quanto tempo, mas fiquei bastante nessa sala. O anestesista passou e depois de um tempo veio o médico fazer as marcações. Ele conversou um pouco comigo e me falou que a prótese ainda não tinha chegado (!!!!!) quase pirei hahaha. Mas ele falou que estavam esperando um pouco pra ver se o motoboy chegava, caso contrário colocaria a nacional que não faria muita diferença. Às 10h entrei na sala de cirurgia (consciente). O anestesista falou que ia colocar o sedativo, lembro da enfermeira me mexendo e depois acordei na sala do pós-operatório. Nessa hora eu senti dor. Tossia e doía bastante também. Essa parte é a mais chata, parece que o tempo não passa, eu só queria ir pra casa.

Acho que dormi um pouco e não via a hora de ver minha mãe e ser liberada hahah. As 15:30h fui para um quarto bem confortável só pra mim. Eu já sabia que o médico ia me liberar só lá pelas 19h porque ele tinha uma outra cirurgia bem longa. Trouxeram comida, dormi e novamente o tempo não passava hahahah. Consegui comer, me deram remédio e finalmente às 20h o médico apareceu e eu quase chorei de felicidade. Ele me mostrou o resultado, fiquei bem feliz e me deu alta. Ah!  A prótese importada chegou, então seguimos o nosso combinado. As primeiras horas fora do hospital foram complicadas, eu senti bastante incomodo e essas ruas de Blumenau cheias de buracos quase me matavam de dor kkkkk.

09 DE JULHO – Primeiro dia em casa.

Esse foi o pior dia da recuperação. Dependi da minha mãe o tempo todo, senti dor, queria arrancar tudo fora, estava bem enjoada e vomitei umas 3 vezes. Minha mãe ligou para o médico e ele pediu para eu tomar omeprazol para proteger o estomago, os remédios são muito fortes e podia ser por isso a náusea. Resolveu bastante e depois disso consegui fazer as refeições normalmente. Não sei explicar, mas foi um dia péssimo pra mim. Tenho que usar um sutiã cirúrgico que aperta tudo e uma faixa para a prótese não subir, é quase insuportável hahahah. Senti dor de cabeça, nas costas e também desde o fim do pescoço até no umbigo. Não sei se sou eu que sou manhosa, mas não achei ninguém reclamando assim por ai na internet. Queria ter me preparado pra isso.

10 DE JULHO – Segundo dia em casa.

Acordei melhor, já não sentia tanta dor mas sempre aquele incomodo, um aperto que é um saco. Meus movimentos ainda bem limitados mas nada muito novo. Foi um dia difícil, principalmente quando vai chegando a noite, eu realmente sentia vontade de arrancar tudo fora kkkkk Nesse dia comecei a achar que a prótese tinha ficado muito pequena kkkkkk Mas foi basicamente dormir, comer e fazer nada kkkk

11 DE JULHO – Terceiro dia em casa.

Dia de tomar banho! Estava muito nervosa pra isso, porque ia ficar sem o sutiã e a faixa pela primeira vez e também tinha que trocar o curativo. Jurava que eu ia desmaiar porque sou fraca pra essas coisas mas graças a Deus foi bem tranquilo! Ficar um tempinho sem essas coisas me apertando foi ótimo e a sensação de limpeza então, nem se fala. O interessante é que tenho uma amiga que fez a cirurgia no dia seguinte da minha e o médico dela não liberou banho nessa parte de cima do corpo e nem mexer no curativo até tirar os pontos. Então, novamente, cada pessoa é diferente e eu estou apenas relatando a MINHA experiência, com o médico que fez a MINHA cirurgia.

12/13/14 DE JULHO 

Foi quando acordei sem dor, sem incomodos e me sentia muuuuito melhor, sério, não tem nem comparação. O aperto da faixa e do sutiã já não me deixava maluca, comecei a levantar sozinha quando estava sentada, consegui mexer bem mais meus braços e sem dores.

15 DE JULHO – TIREI OS PONTOS (E PAREI DE USAR A MALDITA FAIXA KKKKKK)

Dia de tirar o pontos e ser liberada da faixa que só aperta e incomoda. Fiquei bem feliz de ter ido no médico pois ele disse que está tudo certo, a prótese não subiu, apenas está um pouco inchada em cima, o que é normal. Ele tirou os pontos apenas das pontas, disse que os outros vão sair sozinhos/serem absorvidos… uauuu ahahha. O bom é que ele me lembrou que posso levantar os braços um pouco mais do que eu achava que podia e disse que quando completar 15 dias posso dormir de lado (graças!!!) e começar a levantar o braço até o ombro. Tenho retorno agora quando completar um mês.

OUTRAS INFORMAÇÕES

Bom, resumindo, os primeiros dias foram os mais tensos, eu precisava de ajuda pra comer, escovar os dentes, colocar roupa, principalmente por causa de dor e pela falta de movimentação nos braços. Ir ao banheiro consegui sempre me virar, só precisava de ajuda para me vestir. Aos poucos, comecei a fazer essas coisas sozinha, mas minha mãe me ajuda bastante ainda. Agora não sinto exatamente uma dor, mas parece que o músculo impede o braço de mexer e da uma “puxada”, também fico com medo.

Eu já não tenho uma postura boa e com a cirurgia piorou muito hahaah. Fiquei muito corcunda nos primeiros dias, estou me controlando agora e tentando ficar mais reta.

Dormir de barriga pra cima está sendo um drama, meu pescoço doía muito mas achei uma solução boa: sabem aqueles travesseiros pra viajar? Que são em forma de U? Estou usando um desses pro pescoço não virar tanto e resolveu MUITO.

Sobre drenagem… meu médico não tinha recomendado, mas sei que muitos indicam. Perguntei pra ele durante a última consulta e ele disse que no meu caso não é necessário, ele disse que não vai interferir no resultado final. Se eu tivesse feito uma lipo, por exemplo, daí sim seria imprescindível.

Sobre a cicatriz… eu não vi ainda! Hahaha sou muito cagona gente! Mas minha mãe me mostrou o tamanho e o corte foi bem pequeno. Perguntamos para o médico se teria que passar alguma pomada e ele disse que só recomenda para quem tem peles mais “complicadas” nesse aspecto, que não é o meu caso. Uma coisa que ele frizou desde a primeira consulta é que a cicatriz existe e nunca vai sumir. Ela vai clareando com o tempo e é isso. Não adianta sabe?

Sobre estrias… confesso pra vocês que não sou muito ligada nessas coisas, tipo não me importo hahaha mas já sabia que pelo fato de a pele esticar muito, pode aparecer estrias. Para prevenir, estou passando um creme para grávidas e meu médico pediu pra manter beeem hidratado.

É isso por hoje gente!

Se tiverem dúvidas, podem perguntar!

Beijos,

ana-caroline

DIÁRIO DE UM SILICONE: DETALHES PRÉ-CIRURGICO

Oláá meninas!!

IMG_4086

Estava ansiosa para a chegada dessas férias, pois finalmente fiz minha cirurgia para colocar silicone! Estava louca pra contar aqui no blog. Sei que quem tem vontade de colocar gosta de ler a experiência de outras pessoas. Achei pouca informação sobre o assunto, tem bastante vídeo/vlogs, mas no fim eu já tinha visto praticamente todos e queria ler mais sobre isso, então espero que esse post ajude mais meninas! Vou contar pra vocês em forma de diário pois eu gosto muito de escrever e acho mais prático que vídeos.

Vamos começar com minha história até a decisão de fazer a cirurgia: essa é uma vontade antiga minha. Lembro exatamente do dia em que minha médica falou que eu era uma forte candidata para o procedimento, pois meu corpo já estava desenvolvido (mas os seios não estavam nem perto do esperado). Comecei a guardar dinheiro desde que comecei o meu primeiro estágio. Eu tinha bastante medo e achava que era algo mais complicado do que realmente é. Então, aproximadamente um ano atrás, eu comecei a analisar que vááárias (tipo várias mesmo) conhecidas já tinham colocado e comecei a conversar com minha mãe. No começo desse ano eu tinha a quantia necessária e decidi que nas férias de julho eu iria colocar prótese de mamas!

Na minha opinião e no meu caso, julho é a melhor época porque estou de férias da faculdade e consegui tirar um tempo do trabalho, além disso, até o verão tem tempo pra eu me recuperar e quando colocar o biquíni vou estar ótima kkkk.

Após a decisão da data, comecei a pensar no médico. Isso ocorreu lá por abril. Conversei com minhas amigas e tinha duas opções. Ligamos para um, pedimos para ele passar um valor aproximado e este disse que só passava valores na consulta. Já o segundo passou uma média do valor já por telefone o que me fez gostar mais dele. Claro que isso pode não ter muito sentido, só que cada consulta custa pelo menos R$ 300,00 que pra mim é bem caro e essa “simpatia” incial foi o que me influenciou a fazer a escolha. Depois ele estava entre os melhores daqui da região e conheci algumas pessoas que fizeram com ele. Marquei com o Dr. Bruno Arthur Malburg (o mesmo que fez a rinoplastia da Júlia) uma consulta para começo de maio.

É o médico quem vai falar qual a prótese adequada, qual o procedimento, anestesia, tamanho, e tirar todas as dúvidas.  Minha mãe ficou bem mais tranquila após essa consulta. Meu médico me recomendou colocar a prótese por debaixo do músculo, pois é mais seguro, sou nova e o resultado fica natural. O corte foi abaixo dos seios e fica bem escondido. Decidimos colocar 325 ml e eu ainda não tenho muita noção do resultado. Tem dias que acho pequeno e tem dias que acho perfeito kkkkk. Só quando eu conseguir ver o resultado certinho que terei uma opinião formada. Ele me deu duas opções de marcas, uma importada e uma nacional. Escolhemos a importada pois, novamente, deixaria mais natural. A diferença entre as duas (valor e formato) era bem pequena. Uma semana antes da cirurgia o médico recomendou que tomasse Arnica para melhor cicatrização e como anti-inflamatório. Precisei fazer exames de sangue e ultrassom.

Hoje fazem 5 dias da cirurgia e está tudo tranquilo. Estou usando o sutiã cirúrgico e uma faixa em cima dos seios para a prótese não subir. Essa parte é muito chata e incomoda baaaastante.

Meu deus, escrevi bastante né?? Vou deixar para começar o diário e mais considerações para o próximo post! Na quinta-feira (que vai fazer uma semana e um dia kkk) tiro os pontos e escrevo com detalhes os dias dessa a primeira semana.

Beijos,

ana-caroline

AS TATUAGENS DE BRU SIMÕES PARA DESEJAR

A Carol já fez um post de inspiração de tatuagens esses dias e hoje vou mostrar uma tatuadora que vai deixar vocês morrendo de vontade de tatuar!

A Bru Simões é uma tatuadora de Vitória – ES e tem um estilo delicado de fazer essa arte no corpo. Assim como a Carol, eu também morro de vontade de fazer mais algumas tatuagens e assim que descobri (pelo Instagram) os desenhos da Bru, fiquei apaixonada.

Os traços são delicados, finos e os desenhos exclusivos. A caligrafia não tem nada de internet, ela faz a mão alguns estilos diferentes para seus clientes escolherem. A agenda dela é super restrita e ela está começando a viajar para tatuar em outros estados, mas os agendamentos são feitos com bastante antecedência.

Eu estou totalmente apaixonada pelo trabalho dela e gostaria de ter conhecido antes, já estou com umas ideias pro futuro hahah Aguardando ansiosamente a visita dela em SC!

Separei 15 tatuagens para vocês se apaixonarem. Tenho várias favoritas, mas já queria esse globo pra chamar de meu <3

montagemGostaram também? Conhecem mais algum tatuador que usa esse estilo?

Acho que ela conseguiria fazer exatamente o que eu quero sabe? Não tenho tanta criatividade e quanto mais eu olho no Pinterest e no We Heart It, mais eu fico em dúvida sobre o que fazer e até meio enjoada dos mesmos desenhos. Estou encantada com ela hahaha Estou exagerando? Vocês também gostaram?

Vale a pena seguir a Bru no Insta e também é bom lembrar que plágio é crime e que, principalmente tatuagem, é bem chato copiar pois provavelmente tem algum significado para a pessoa que escolheu o desenho e, dependendo do tatuador, o resultado pode fazer você se arrepender!

Beijos,

ana-caroline

ECHARPE NO VERÃO? SIM!

Usar echarpes no verão e na primavera é uma coisa que quero muito começar a fazer. Nessa temporada usei apenas uma vez (ia postar o look aqui, mas naquele dia inventei de usar a franja de um jeito diferente e as fotos ficaram horríveis), mas estava louca para usar mais. Acho super charmosos looks com cara de verão que são complementados com essa peça. Além disso, com uma echarpe é desnecessário o uso de qualquer outro acessório.

Claro que usar uma echarpe no calor de quase 40º que temos em várias regiões do Brasil é bem complicado (IMPOSSÍVEL), mas se você tiver um compromisso mais arrumadinho em um local com ar condicionado, ou se o look for usado até mesmo para o trabalho, é uma boa ideia!

A principal dica para conseguir usar echarpe no verão é combiná-la com peças super fresquinhas, como shorts e regatas ou vestidos curtinhos. Outra dica fundamental é a forma de usar a echarpe: soltinha por trás do pescoço, esqueça dar mil voltas nela. A estampa da echarpe também é importante! Quanto mais florida e colorida, mais a cara do verão!

Por fim, lembram do look que ia postar mas desisti? Então, ele está no final da montagem abaixo, junto com outro que usei em Miami no outro ano. O que acham? Me contem se vocês também usariam!

Echarpe

Beijos,

Carol-Borba

REPETECO – SAIA JEANS

Oi, meninas!

Hoje é dia de ressuscitar uma tag por aqui: a repeteco! A peça dos looks de hoje é uma super aposta para o verão: a saia jeans.

Minha escolhida é na versão branca e mais básiquinha (não tão destroyed quanto as que temos visto por aí). O primeiro look é mais casual, já o segundo tem uma cara bem praiana. No casual, a saia foi combinada com uma camisa listrada e estampa delicada. Já no para a praia, o body estampado ajudou a dar essa cara ao look.

Mesmo os dois sendo bem diferentes entre si, qual o favorito de vocês?

IMG_8583-horz

Votem!


 

Beijos,

Carol-Borba