PRIMEIROS DIAS EM LOS ANGELES

DSC_0004
Escola

Oieeee!

Vim contar pra vocês algumas novidades.

Na segunda foi o primeiro dia em que fui pra escola e passei o dia inteiro lá fazendo teste para ver o nível do meu inglês (fiquei no high intermediate, yeahhh!), sabendo as regras da escola, conhecendo quem trabalha lá, ouvindo milhões de vezes que temos que ter 80% de frequência (ou perdemos nosso visto). Enfim, um dia de introdução. Comparando agora com meu intercambio para Londres, posso dizer que a Kaplan é muito bem preparada para receber os intercambistas. Quando eu estava em Londres o primeiro dia foi bem confuso e não tinha a organização que teve aqui. (Ps: essa escola que estou, Kaplan, tem em todas as grandes cidades do mundo, inclusive em Londres, mas quando eu fui para lá estudei na Avalon School).

DSC_0006

Tem bastante brasileiro na escola e é quase impossível não falar português. Mas não é só brasileiro que fica falando entre si, os russos também fazem isso, os chineses, japoneses… os países se juntam.

DSC_0005

DSC_0011

Minhas aulas vão ser a tarde por enquanto (pedi pra mudar para de manhã já), então fui cedo para perto da escola e fiquei explorando o lugar hahahaha Eu tinha visto uma Urban Outfitters que eu estava louca para entrar, uma Victoria’s Secret e uma American Apparel, então aproveitei para olhar hoje e pireeeeei na Urban Outfitters! Roupas lindaaaaaas e morri de vontade de comprar tudo (mas sai de lá sem nada kkkkk). Quero esperar ir para um outro lugar que todo mundo fala que é cheio de lojas antes de comprar alguma coisa. kkk

DSC_0012
Vitrine Urban Outfitters

DSC_0016

Agora a noite minha hostmom fofaaa (que lê o blog, beijooo Laura kkkkk) levou eu e as meninas da casa para jantar no In ‘n Out que é uma rede de lanches que só tem em uma parte dos Estados Unidos. Estava uma delícia e todas ficamos cheeeeias e até restou um pouco da batata kkkkk

DSC_0018 DSC_0019

Aqui na casa que eu estou tem várias intercambistas: uma russa, que é a que eu divido o quarto mas ela já está indo embora amanhã 🙁 Tem também uma chinesa, uma francesa e uma coreana.

DSC_0021
Jennifer (China), Carla (França), Fariza
(Rússia) e eu!

Os posts sairão na madrugada do Brasil, que é quando vou ter tempo para escrever!

Eu já me acostumei com o horário daqui.

Está um pouco frio mas acho que nos próximos dias começa a esquentar, uhul!

Curtam o blog no facebook porque para mim é mais fácil liberar algumas coisas por lá e se tiverem qualquer dúvida ou comentário é só falar aqui! 😀

Beijossss!

UM POUCO MAIS SOBRE LONDRES

Já que estou no clima de intercâmbio e algumas meninas pediram para eu falar um pouco mais do meu tempo em Londres, aqui estou eu!

Onde eu estudei?

Foram 4 semanas de curso de inglês na Avalon School. Ela tem duas filiais em Londres (tive aula nas duas) uma perto da Oxford Street (rua cheia de lojas incríveis) e a outra é um pouco mais perto da Trafalgar Square, para ser mais exata na estação de Leicester Square. As aulas começavam as 10:30, terminavam as 13:30 e eu tinha o dia livre. Nunca tive aulas tão divertidas e que eu sentia que estava aprendendo quanto essas!

Um problema é que na época 90% da minha sala era da Espanha então nos intervalos eu me sentia “excluída” porque eles começavam a conversar em espanhol entre eles. As pessoas também eram mais velhas (na época eu tinha 16 anos e era a mais nova da turma).  Como eu estava com uma amiga eu não precisava criar novas amizades, talvez se eu precisasse, teria sido difícil.

Onde eu morei?

Como comentei no post anterior, tive probleminhas com a hostfamily. A primeira casa era apenas uma mulher e outra intercambista do Japão (super fofa!). Só que a casa e a vizinhança não nos deixava confortáveis. Ficava pela região de Harlesden. Para vocês terem uma ideia de uma diferença engraçada: tinham dois banheiros: um apenas com a privada (sem pia para lavar a mão nem nada) e outro com o chuveiro e pia… Então o que a gente pensava? Ok: a mulher vai no banheiro e depois vai fazer comida para gente… será que ela lavou a mão? HAHAHAHH Não que esse tenha sido o motivo de termos mudado de casa, a gente simplesmente não se sentia bem lá, dormiamos em um quarto apertado, eu e minha amiga dividindo a mesma cama de casal, a casa não tinha um cheiro agradável, parecia sempre fechada… enfim. Depois de duas semanas (metade do intercâmbio) mudamos de família.

A segunda, era uma polícial com um filho de uns 10 anos, se eu não me engano. O clima daquela casa era muito diferente, era espaçosa, com claridade, limpa. A mulher estava acostumada a receber intercambistas (tinha outra menina da Itália que também que chegou junto conosco). Esta ficava na área de Finchley Central, zona 4 em Londres – mais longe do centro. Foram 2 semanas agradáveis e tivemos bem menos contato com o pessoal da família, mas não fez diferença.

Se clicarem fica maior, reparem como as zonas são divididas. Pode parecer confuso mas é bem fácil quando se acostuma!

Como chegar aos lugares?

Uma coisa que me impressionei com Londres foi como era fácil chegar nos lugares! Tem linha de metrô por toda a cidade, além de ônibus. Eles tem um cartão chamado Oyster. Nós pagamos ele por semana e você pode entrar e sair quantas vezes quiser do ônibus, metrô, trem… não é barato, se eu não me engano eram umas 29 libras por semana. Mas isso depende da zona que você for ficar também. Londres tem 7 zonas, sendo a 1 o centro e quanto mais longe for a zona que você fica, mais caro é. E como você está indo fazer intercâmbio vai para o centro da cidade todos os dias. De metrô da zona 4 até nossa escola dava uns 30 minutos. O “tube” passa muitas vezes e é mais rápido que ônibus, raramente fica lotado.

sobremesa no pizza hut, hmmmmmm

O que comer?

OK, não tenho muito o que indicar porque minhas refeições eram basicamente: Burger King, Pizza Hut, Subway (é melhor que o do Brasil), Mc Donald… hahaha.  Mas comemos em um restaurante perto da nossa escola que eu não gostei: a carne era muitoo ruim e  os restaurantes geralmente são bem caros. Comemos também em um lugar pequeninho as tradicionais Fish&Chips (sim, peixe e batata frita) é bem bom e você tem que experimentar, tem em vários lugares, escolha um e vá na fé hahahah. Outro “prato típico” é o tradicional café da manhã inglês, nossa primeira hostfamily fez no dia que saímos de lá e era uma deliciaaa!! Uma dica que recebi (mas não apliquei) é procurar restaurantes italianos porque é mais parecido com a culinária do Brasil.

Quando você viaja percebe (e se surpreende) que tem brasileiro em todo lugar. Comemos no Salsa que fica na Charing Cross. Não é um restaurante com comida maravilhoooosa, mas da de matar a saudade da nossa comidinha e tem um preço bom. Tinha um outro também na Oxford Street que era bem melhor que o Salsa mas estava fechado para reforma quando fomos lá algumas vezes :(.

Fotos aleatórias:

hyde park

parede de uma loja!
hmmm…. Portobello Road Market.

Ok meninas (meninos também, talvez?), falei muuuito nesse post. Se tem mais algum ponto que eu esqueci me falem nos comentários que faço outro post. Já vou programar um para falar da cidade de Oxford que passei um dia visitando.