5 PASSOS PARA FAZER UM INTERCÂMBIO

IMGP2316

Falar sobre intercâmbio para mim é muito fácil, eu amo esse estilo de viagem e acho que quem conhece, também se apaixona. Você realmente conhece o lugar, vive um tempo e se apega mais do que em uma viagem só pra passeio. Decidi preparar 5 passos e escolhas que você precisa fazer na hora que decidir fazer um intercâmbio!

1- Analisar a situação financeira

Na minha opinião, o primeiro ponto de todos é analisar a sua situação financeira. Sabe por quê? Dependendo do tipo de programa e do lugar, você vai precisar de uma quantidade de dinheiro. Os dois intercâmbios que eu fiz foram de curso de inglês e eles são mais caros que um de Au Pair, por exemplo. Você tem que fazer as contas de quanto pode gastar. Se você sonha em fazer um de High School, o preço fica ainda mais caro, será que vai ter a grana? Além disso, vocês sabiam que o mesmo programa em Nova York é mais caro do que em Los Angeles?  São vários detalhes que devem ser levados em consideração para encaixar no seu orçamento.

IMG_0173

2- Escolher o tipo de programa e a agência

Escolher o tipo de programa vai estar praticamente junto com a análise de quanto você pretende gastar. Se não tem muito dinheiro pra investir e quiser muito fazer um intercâmbio, o de Au Pair é o ideal. Se você está no ensino médio e quer passar mais tempo no intercâmbio, indicaria o de High School que duram 6 meses ou 1 ano, se não me engano. Se você deseja escolher exatamente o lugar e a quantidade de tempo que quer passar na cidade, o de curso de idiomas atende esse quesito. Para ajudar você a escolher, provavelmente as agências de intercâmbios serão muito mais indicadas do que eu. Eu sempre pesquisei sozinha o que eu queria fazer, a internet está ai pra isso né? Os sites da World Study e da CI são bem completos e me ajudaram muito, eles explicam todos os tipos de programas que existem e eu indico vocês darem uma olhada.

Acredito que a principal função da agência é auxiliar nessa escolha sabia? Depois que a escolha está tomada, ela faz a parte burocrática de contato com a escola, a transferência dos pagamentos e um pouquinho da parte da documentação (visto e passaporte é com você!). Quando você está vivendo o intercâmbio mesmo, até esquece que tinha uma agência por trás disso tudo. Qualquer problema que eu tive durante os meus intercâmbios, foram resolvidos diretamente no lugar que eu estava, com a escola. Quem te coloca na hostfamily é a escola e não a agência.

Os meus dois intercâmbios foram pela World Study de Blumenau – SC. Pra relembrar: já fiz um vídeo falando sobre intercâmbio com eles.

DSC_0239 DSC_0245

3- Escolher o lugar

Esse parece ser o mais óbvio de todos né? Até tinha colocado como o primeiro item mas quando comecei a escrever, percebi que não é bem assim. O meu primeiro intercâmbio foi para Londres e sinceramente, eu nem escolhi. A World Study fez uma divulgação na escola que eu estudava, cheguei em casa, falei pros meus pais que eu queria muito fazer, conversamos por mais um tempo e junto com uma amiga fechamos o programa. Já no segundo intercâmbio eu me envolvi na escolha mesmo. Pesquisei muito muito muito.  Eu sempre sonhei ir pros Estados Unidos e acabei “afunilando” minhas pesquisas para esse país.  Acabei chegando no primeiro ponto que mostrei pra vocês: analisar a situação financeira. Eu estava em dúvida sobre Los Angeles e Nova York. A diferença ($$$) para o mesmo programa era enorme. NY era minha primeira opção pois pelas minhas pesquisas o transporte público funcionava, eu poderia ver a neve e tinha bastante lugar pra visitar, mas era bem mais caro. Los Angeles me deu certo medo por causa do transporte público que falavam que era complicado. Não tem neve mas isso também ajuda, pois o frio não seria tão grande e nem atrapalharia passeios. Além disso, pra mim que era viciada em séries, famosos, músicas e etc, Los Angeles era perfeito. No fim não me arrependi. Los Angeles teve mais um ar de casa sabe? Acho que NY seria mais pra passeio (minha opinião). Me apaixonei pela Califórnia e foi a melhor decisão que tomei. Ah, dependendo do programa que você escolhe, não tem como escolher exatamente para onde vai, converse com a agência! 

IMGP2297

4- Convencer seus pais (se você depender deles)

Essa parte é para quem mora com os pais e não é independente. Convencer os pais envolve basicamente duas coisas: dinheiro e medo. Imaginem a cena: eu, com 15 anos, chego em casa e falo que quero passar 4 semanas em Londres em um intercâmbio. Até agora não sei como meus pais aceitaram hahahah. Eles me educaram muito bem minha vida toda, sei muito bem isso. Mas eu SEMPRE estive com eles, sempre me protegeram. Como eles deixaram sua menininha (filha única!!!!) ir para outro país com 15 anos? Eu insisti bastante e eles acreditaram que eu era capacitada para me virar sozinha e decidiram deixar eu me aventurar, se eu estivesse com uma amiga.  E uma experiência dessa conta muito pra sua vida, eles viram que não podiam deixar a oportunidade passar. Acho que essa parte é a mais difícil pois até eu fiquei com medo sabe? Você vai precisar conversar e mostrar que está preparada para um intercâmbio. Sobre o dinheiro envolvido, próximo tópico.

IMG_0039DSC_0163

5- Guardar dinheiro

Aqui em casa, quando tomamos uma decisão que envolve investimentos maiores, entramos numa economia em tudo. Eu não sou compulsiva por compras, gosto de olhar vitrine e usar coisas da moda, mas também amo viajar e é por isso que acabo não comprando quase nada quando decido que vou viajar. Não sei como explicar pra vocês, mas essa parte de dinheiro aqui em casa é bem simples, a gente põe um objetivo e luta muito atrás dele. Nunca fomos compulsivos por gastar sabe? Esse dica é a mais valiosa de todas nesse post gigante: se você quer fazer mesmo um intercâmbio, corte gastos desnecessários. Eu prefiro não ter o celular ou câmera da moda, ou até mesmo não fazer a unha toda semana na manicure e usar esse dinheiro para viajar. É tudo uma questão de escolhas e são escolhas tão simples que as vezes nem percebemos! 😛

Estão preparados para fazer um intercâmbio? Foram várias dicas legais 😀

Beijos,

ana-caroline

TOP 5: DECORAÇÕES DE VIAGENS NO MEU QUARTO

Vocês sabem que eu sou viciada por viajar né? Tenho uma tatuagem que representa isso e vivo pensando e falando sobre os intercâmbios que eu fiz. Hoje vou mostrar pra vocês um pouquinho da decoração do meu quarto e itens que remetem a essa minha paixão que é a Inglaterra e a Califórnia.

As viagens mais marcantes da minha vida foram os meus dois intercâmbios, provavelmente porque é mais tempo, há um relacionamento com as pessoas e muita cultura absorvida. Além da independência após uma viagem desse estilo, é incrível. O objetivo era trazer uma coisinha de cada lugar que eu fosse (sem ser só dos intercâmbios) e acabamos sempre trazendo algumas lembranças, mas se espalham pela casa. No meu cantinho, vou mostras 5 coisas relacionadas a viagem que eu vejo todos os dias.

Quadrinhos redondos em 3D

Comecei comprando em Londres esse quadrinho redondo que sou apaixonada. Tem um mix dos principais pontos turísticos e eu amei. Tentei achar um parecido em LA mas não encontrei. O que eu comprei foi um pouco maior que o de Londres e não tem exatamente os lugares que eu visitei, apenas a placa de Hollywood e a menção de outros pontos.

1

Cofre e Caixinhas da Inglaterra/Reino Unido; Plaquinha Ana – California

Os próximos itens foram presentes dos meus padrinhos! Eles acertaram muito nesses presentes. O cofre em forma dos tradicionais telefones ingleses veio cheeeio de Kit Kat na páscoa. Já as caixinhas foi presente de aniversário e ajudam a organizar meu quarto. A plaquinha é pra ser colocada na bicicleta, mas eu uso na decoração porque tem meu nome e a Califórnia <3 Essa eu comprei em LA. IMG_3604

Quadro London

Mais um presente do meu padrinho! Sem data especial, ele estava em SP, viu numa loja, lembrou de mim e me deu. Tenho um padrinho de ouro né? 😛

IMG_3608

Banqueta Los Angeles

Essa banqueta eu comprei no Angeloni, uma rede de supermercados que tem aqui. Assim que eu vi, necessitei e comprei na hora hehehe. #compulsivaporcoisasdeLA. Eu tinha uma banqueta de plástico no meu quarto, bem feia, essa veio em boa hora! Uso na frente do espelho pra secar cabelo/chapinha/etc e ela é macia.

IMG_3609

Porta retrato e álbum – Los Angeles

Esses dois itens tem um valor muito muito muito grande pra mim. O porta retrato eu ganhei das minhas amigas do Taiwan, elas foram embora, rolou o maior choro entre nós e eu lembro que ia fazer alguma coisa no dia que elas foram embora, então sai de casa antes de elas irem pro aeroporto. Quando cheguei em casa no fim do dia, fui na minha cama e em cima do meu travesseiro estava esse porta retrato e um bilhetinho. Chorei pouco né? kkkk O álbum de fotos é extremamente especial também. Comprei na Ross – Dress for Less e pedi para os meus amigos assinarem e deixarem recadinhos.

IMG_3612-vertQuando eu tiver minha casa, ela vai ter um quartinho só com lembranças de viagens #sonho 😛

Gostaram desse TOP 5?

Beijos!

ana-caroline

THROWBACK THURSDAY

Oláa!! Quinta-feira é uma véspera de felicidade né? kkkk Fim de semana está quase ai 😛

A tag #tbt (throwback thursday) já está bem usada e a ideia é relembrar algum momento e postar na quinta-feira 😀

Separei 5 momentos da minha vida para compartilhar com vocês hoje hahahaha Vamos lá!

Throwback Thursday | Blá Blá do DiaEu, mega fashionista, lá pelos meus 3 anos de idade hahaha Sim, eu tinha o cabelo suuper enrolado e bem mais claro do que agora haha Só que todo mundo muda né?

Throwback Thursday | Blá Blá do Dia9Tive uma festa linda de 15 anos, revendo as fotos lembro de como eu estava feliz nesse dia! Reuni amigos e grande parte da minha família <3 Muito especial.

Throwback Thursday | Blá Blá do DiaDear London, I miss you! A Trafalgar Square foi o primeiro lugar que vi. Saímos do tube e demos de cara com essa praça e foi quando a fixa caiu: estamos em Londres hahaha

Throwback Thursday | Blá Blá do DiaNunca falei de Buenos Aires no blog, outro lugar que viajei e adorei! É pertinho do Brasil, sai bem mais em conta e tem um ar europeu que adorei! 😛

Throwback Thursday | Blá Blá do Dia

Apooosto que já esperavam por uma foto desse momento! Hahaha Los Angeles <3 Esse intercâmbio me marcou muuito, saudades sem fim, principalmente das pessoas que conheci lá e a falta de preocupação nos dois meses de Califa!

E aii, o que acharam? Tem coisas inéditas né 😛

Beijos!

ana-caroline

MAKES DAS SEMANAS DE MODA

Oi, gente!

Aconteceram recentemente duas das principais semanas de moda: a de Nova Iorque e a de Londres.

A primeira, que aconteceu no início do mês, apresentou as tendências para o inverno de 2015 de marcas como Calvin Klein, Marc Jacobs, Donna Karan, Diane Von Furstenberg e Michael Kors. Já a segunda, que acabou na semana passada, trouxe as coleções da Topshop Unique, Burberry Prorsum, Tom Ford, entre outras.

Mas no post de hoje não vamos falar das tendências de roupas que as marcas apresentaram, mas sim das makes utilizadas nos desfiles. Apareceu de tudo, desde make quase nada até umas super produzidas.

Selecionei algumas que podem não servir apenas para a passarela, mas sim para o nosso cotidiano. Muitas delas trazem contorno do rosto bem marcado, iluminador, lábios mais discretos e foco nos olhos.

A maquiagem da Michael Kors, por exemplo, poderia tranquilamente ser usada no dia-a-dia. Já a da Donna Karan, que foi a mais “diferente” que selecionei, para uma festa ficaria ótima!

Fotos: Vogue UK

Eu amei e usaria muito a da Michael Kors e da Diane Von Furstenberg, e vocês?

Beijos!

PLAYLIST: APRESENTAÇÕES DO BRIT AWARDS 2014

Ontem a noite, em Londres, aconteceu o Brit Awards. Eu estava na faculdade mas graças ao nosso querido Youtube, hoje já pude conferir todas as performances lindas! Em forma de playlist, confiram meus favoritos!

5- Lorde com Disclosure e AlunaGeorge – Royals e White Noise

Conheço só a Lorde e amei a apresentação dela! A iluminação estava incrível.

4- Ellie Goulding – I Need Your Love e Burn

Amo amo amo amo a Ellie e essas duas músicas são as que eu mais ouço (já enjoei das outras), o começo da performance com I Need Your Love foi lindo e depois as luzes e a animação de Burn me fez amá-la ainda mais hahaha.

3- Bruno Mars – Treasure

É até difícil fazer uma classificação com tantas músicas e apresentações boas, mas o Bruno Mars derrete nosso coração com as danças dele e o jeitinho apaixonante né? Está no repeat!

2- Katy Perry – Dark Horse

Katy é Katy… amo, sou fã, acho deusa, maravilhosa e adoro essa música kkkkkk. As cores neon foram destaque junto com a inspiração egípcia, estou ansiosa pelo videoclipe!

1- Beyonce – XO

Beyonce é a verdadeira diva da música e isso ninguém pode ter coragem de discordar. Já voltou com tudo em suas apresentações de babar! Esse vídeo está deuso. (Ps: o vídeo oficial no canal do Brit Awards foi retirado do canal, achei esse abaixo com comentários, sorry!)

Gostaram??

Beijos!

DIÁRIO DE VIAGEM: LONDRES E AMSTERDÃ

Olá! A Tour pela Europa continua. O primeiro post você encontra aqui.

1012267_596558740418627_1834730993_n

Em Londres eles realmente levam a sério esta data comemorativa, dia 25 de dezembro, praticamente nada funciona, transporte público é algo que vocês com certeza não irão ver nas ruas. Como fazer passeios a pé era totalmente inviável, ficamos com as opções entre táxi e bicicleta. Optamos pelo que nos dava mais liberdade para passear pela cidade, e o melhor, a um custo muito pequeno. Existem bicicletas nas ruas que você aluga sozinho, paga-se 2 libras e pode ficar com ela durante 24 horas e o que facilita é que pode ser devolvida em qualquer outro “bicicletário” espalhado pela cidade. Alugamos a nossa bem próxima à estação de metro Vauxhall, é incrível a facilidade em se locomover com esse meio de transporte lá, todas as ruas têm ciclovias e os ciclistas são respeitados. Fomos em direção ao centro de Londres, e como a maioria das ruas lá, tudo é lindo, fica até difícil prestar atenção no trânsito. Nossa primeira parada foi no Tate Britain, onde artistas contemporâneos britânicos expõem suas obras. Passamos pela Tower of London, este monumento está lá desde o século XI e está cheio de história para ser relembrada. Logo ao lado está um dos mais famosos cartões postais de Londres, a Tower Bridge, valeu a pena andar mais de 7 quilômetros de bicicleta, é magnífico.

post1

Voltamos ao hotel de táxi, óbvio haha já não aguentávamos mais pedalar e como não tínhamos muita opção para janta neste dia, encomendamos uma pizza haha gente, eles colocam abacaxi na pizza, pensa numa coisa ruim (comentário da Ana: quando eu fui eu ameeeei a pizza com abacaxi kkkkk).

Dia 26 é um dia de loucura, chamado “boxing day”, promoção pós natal, as principais ruas de compras ficam cheias de fila, é preciso ter muitaaa paciência para comprar. As lojas estão cheias, com filas de espera para poder entrar, se souber esperar vale muito a pena comprar neste dia. Não aguentamos esperar até Paris para fazer umas comprinhas de perfumes, eles estavam com preços inacreditáveis. Para vocês terem uma noção, o Matheus ama aquele perfume da Carolina Herrera 212 NYC, aqui no Brasil um de 100 ml custa em torno de R$ 350,00 lá pagamos R$130,00… É melhor nem comentar quantos perfumes compramos hahah Não poderíamos sair de Londres sem dar uma passadinha por uma das lojas mais deslumbrantes, a Harrods. Pensem numa loja cheia de luxo, é uma loja de departamento, tem tudo que se pode imaginar lá, até restaurantes servindo caviar, mas isso não nos pertence, fazer o que… haha.

post2

Infelizmente, nossos dias nesta cidade apaixonante chegaram ao fim. Partimos no final do dia rumo à Amsterdã, a noite no ônibus foi longa e ainda tivemos que atravessar o canal da mancha de navio, são 37 quilômetros que duram em torno de uma hora e meia, é bem comum as pessoas passarem mal, acredite em mim, é comum mesmo hahah

1779792_596559840418517_1996894355_n

Chegamos bem cedo, por volta das sete da manhã. Estava chovendo e não tinha cara que o tempo iria melhorar. A estação que chegamos conta com armários que você paga para deixar as malas por tempo determinado, não é muito barato não, custa uns 8 euros, achei caro só para deixar as malas, mas é super útil pra quem não vai se hospedar na cidade. Tomamos café e fomos dar uma volta pela cidade, paramos em alguns souvenirs para comprar lembrancinhas. Tínhamos programado um passeio chamado free walking tour, mas como estava chovendo desistimos e fomos direto ao nosso próximo programa, Heineken Experience. Este passeio é um tour pela fábrica da Heineken. É um lugar muito legal, conta toda a história da cerveja, podemos experimentar desde as primeiras misturas até a arte final, o local conta com muita interatividade e cheio de tecnologia, até eu que não bebo cerveja me diverti, vale a pena conhecer.

amsterda

Almoçamos em um restaurante próximo, chamado Carrousel, sim, tem um carrossel no meio do restaurante, experimentamos a panqueca deles, é enorme e deliciosa. À tarde pegamos um bonde (é estilo um ônibus elétrico que anda sobre trilhos na rua) fomos até o portal Iamsterdam, museu do Van Gogh, caminhamos ao longo do rio, fomos ao red light district, famoso por suas vitrines com prostitutas trabalhando, sim… trabalhando, elas tem toda assistência que o governo oferece para qualquer trabalhador. Com o resto do tempo que tínhamos na cidade, aproveitamos para olhar algumas lojas enquanto caminhávamos pela cidade, jantamos e fomos para estação de ônibus.

amsterda2

Amsterdã é o local que muita gente tem interesse em conhecer, mas nós não gostamos muito não. A cidade é muito bonita e bem planejada, mas a liberdade que tem lá, a transformou em uma cidade vulgar e nada agradável pra quem não curte essa “liberdade”.

Até a próxima, encontro vocês em Paris!

DIÁRIO DE VIAGEM: UMA TOUR PELA EUROPA

Oláá meninas (e meninos), tudo bom??

É com enorme alegria que trago essa série de posts para vocês…

Com a colaboração da Meigan, vocês vão saber de todos os detalhes da tour pela Europa que ela fez com o namorado (que românticoo ♥)! Preparem-se para se apaixonar pelas fotos maravilhosas e começar a morrer de vontade de fazer uma viagem igual. Após essas introduções básicas, deixo a Meigan conversando com vocês e contando essa experiencia incrível!

Começa agora o Diário de Viagem da Meigan e do Matheus! 

74a3da93f7e64d8624d79baae3220c2d

Olá, meu nome é Meigan. Vim aqui contar para vocês sobre a viagem que fiz com meu namorado agora nas nossas férias. Eu e o Matheus sempre tivemos interesse em viajar, mas não havíamos pensado na possibilidade de ir para a Europa, até porque parecia ser algo para um futuro mais distante. Tudo começou em julho de 2013, quando os primos dele foram aceitos em um intercâmbio universitário para Portugal. Surgiu aquela inveja (branca, claro haha) e a vontade de ir também, porém, só para visitá-los. Começamos a nos informar e pesquisar e percebemos que as passagens para Portugal estavam muito caras e que para conhecer a Europa a partir dali ficava um pouco mais caro que o comum, já que Portugal não fica bem no centro. Mesmo assim, continuamos a pesquisar opções diferentes de países, fomos a algumas agências de viagens à procura de uma aventura tipo mochilão, mas, estes pacotes não envolviam os lugares que mais nos chamavam atenção. Foi então que uma amiga do Matheus nos indicou uma agência que faz consultoria de viagens. Marcamos um horário e fomos até lá, conversamos durante umas duas horas e o sonho parecia que estava mais perto de se realizar. Essa agência não possui pacotes fechados, você vai lá, fala quais lugares gostaria de visitar, quantos dias podem viajar e eles fazem o possível para que essas duas coisas fiquem em harmonia. Após algumas reuniões, percebemos que seria um pouco inviável a passagem por Portugal, pois nossos principais objetivos ficavam bem afastados. Decidimos que nosso roteiro seria Londres – Amsterdã – Paris – Zurique – Roma. Esta foi a melhor forma de conciliar nossos dias disponíveis com as nossas cidades de interesse. O pacote que fizemos com a agência incluíam as passagens do Brasil para a Europa, os hotéis em cada cidade, o translado entre elas, o roteiro organizando nossos passeios lá e toda a assessoria que eles costumam prestar.

4e65c59af9e74a4e1189e8c8fe765791

Vamos ao que interessa, embarcamos em Florianópolis no dia 21 de dezembro de 2013 para São Paulo (Guarulhos), nosso voo inicial fazia escala em Paris antes de chegar à Londres, tivemos a sorte grande de ele ser mudado e fomos direto de São Paulo para lá. Chegamos em Londres dia 22 por volta das 15 horas, lembrando que tem a diferença de duas horas daqui do Brasil, estávamos muito nervosos pois o visto é pego lá na hora. Levamos uma pastinha com todos os documentos organizados, as passagens de avião, os translados, as reservas de hotéis e os passeios já comprados para que não houvesse nenhum problema. Ocorreu tudo bem, partimos para a procura do hotel. Conforme nosso roteiro, sabíamos que havia o metro dentro do aeroporto e em qual estação ficava mais próxima ao nosso hotel. Ficamos hospedados no bairro Vauxhall, não é no centro, mas como o transporte público realmente funciona era fácil chegar até os principais pontos turísticos. O hotel que ficamos foi o Comfort INN, tirando que não tinha wi-fi, era muito bom. Como chegamos perto do final da tarde no hotel não tínhamos tempo para ir passear pela cidade, jantamos pelo bairro mesmo. Fomos a um restaurante chamado Nando’s , o que mais se via no cardápio era frango com algum acompanhamento e vários tipos de pimenta, então, tinha tipo de um termômetro para você escolher qual o nível de ardência na sua comida, e bota ardência nisso hahah.

8627b1a7ae1f8af46249384e524d595c

No outro dia já tínhamos um passeio programado para o Stonehenge (é um círculo formado por pedras, que não se sabe como foi construído e nem qual sua real utilização naquela época, localizado ao sul da Inglaterra), quase perdemos o ônibus porque não sabíamos muito bem onde ficava a estação de onde ele saía. Mas no fim deu tudo certo, aquele lugar é lindo, como é um campo aberto ventava muito e ainda tinha uma chuvinha, nada que privou a gente de apreciar aquele monumento que está ali desde 3000 a.C., segundo estudos. Infelizmente, esse passeio levou mais tempo do que esperado e não conseguimos cumprir com o nosso roteiro deste dia, que seria a visita no Museu de História Natural e ele não abriu nos outros dias que ficamos lá. Demos uma paradinha no hotel para trocar as roupas, já que estávamos todos molhados e fomos passear pela Oxford Street, é uma das mais famosas ruas de Londres e uma das principais para compras e nessa época do ano quase não há espaço para andar, as lojas sempre estão cheias, com gigantescas filas. Nesta rua as lojas são enormes e é possível encontrar até três lojas iguais. Caminhamos quase que pela rua inteira, para conhecer. Entramos em duas lojas que fizemos compras, a Primark, essa loja é uma loucura, é uma loja de departamento que tem preços ótimos, lembrando que em Londres a moeda é libra então, cada item que nos interessava tínhamos que multiplicar o valor por quatro para saber o preço em real. Nem tudo vale a pena para nós brasileiros que temos a moeda desvalorizada em relação à libra, mas, para eles que recebem em Libra o valor é interessantíssimo haha. Fomos também na Apple, gente aquela loja é um sonho, possui dois andares, cheia de aparelhos e váaarios acessórios e o atendimento é muito bom.

stone

As principais estações de metro lá são bem completas, possuem praça de alimentação, lojas e tal. Então, jantamos na estação Victória que ficava a uma parada antes de nosso hotel, Matheus jantou Burguer King e eu comi sushi ahaha adoro! Aquele restaurante é daquele “sushi em movimento” que você senta na bancada e tem uma esteira aonde vão passando vários e você vai pegando conforme seu interesse e sua fome. Vocês nem vão acreditar que eles servem tipo um niguiri só que ao invés do peixe eles servem carne de boi crua em cima do arroz, eu experimentei claro e adivinhem, é horrível.

No dia 24 pela manhã, fomos conhecer os principais pontos turísticos, começamos pela Trafalgar Square, seguimos a pé passando pelo palácio de Buckingham, Arco de Wellington, Instituto de Engenharia Civil (tiramos uma foto… sonhando em fazer nosso curso lá haha), Abadia de Westminster, Big Ben e London Eye.

tour

À tarde tínhamos um passeio já programado ao Studio Warner Bros – Tour Harry Potter, pegamos o ônibus na mesma estação que havíamos pegado para o Stonehenge, dessa vez chegamos com antecedência para não haver correria. Este tour foi inaugurado em março de 2012, lá visitamos os bastidores de algumas das cenas dos filmes, os figurinos, veículos, cenários e até provamos a cerveja amanteigada (que por sinal é muito ruim haha). O tour conta com uma sala de cinema, onde é apresentado o studio e conta um pouco da magia que aconteceu e ainda acontece por lá. Até quem não é tão fã, como o Matheus, se encanta com cada detalhe que no filme às vezes passa despercebido. Uma informação que nos deixou impressionados foi que todos os livros de poção e todas as cartas que aparecem no filme foram escritos a mão! Ao fim da visita o espaço conta com uma loja onde você pode encontrar de tudo sobre a saga, desde os livros até as varinhas. Nosso passeio durou em torno de 3 horas. Um conselho, quem vai a Londres e deseja visitar este lugar: compre o ingresso que contempla o ônibus, pois não é muito fácil de chegar lá e fica a mais ou menos uma hora do centro de Londres.

harry1

harry potter

Nesta época do ano um parque de diversões é instalado no meio do Hyde Park, ele conta com diversas barraquinhas com doces, lembrancinhas (tanto de Londres como de natal), restaurantes e brinquedos. Aproveitamos a noite lá, Matheus foi em alguns dos brinquedos (estava muito frio, isso me fez ficar com ainda menos coragem haha), compramos, jantamos um hambúrguer com batata frita e nossa sobremesa foi um crepe de nutella (deliciosoo), para aguentar o frio o pessoal costuma tomar vinho quente, estilo quentão, vale a pena para conseguir aproveitar melhor. Tudo é muito lindo e é lá que muitos jovens e famílias festejam a magia do Natal, nós amamos este lugar.

hyde park

Com essa noite maravilhosa acabamos o post de hoje (é eu sei que ele está enorme ahha). No próximo vamos contar um pouco mais de Londres e vamos à próxima cidade, Amsterdã.

fimBeijoss,

 

TENDÊNCIAS PARA O VERÃO 13/14

Oi, gente!

Desde março desse ano, com a SPFW, já começaram a aparecer as tendências para a próxima estação. Porém só agora, depois das principais semanas de moda internacionais, como Nova Iorque, Londres e Paris, essas tendências ficaram bem definidas.

Selecionei as 5 principais, de acordo com o que foi visto nos desfiles.

tendencias copy

Escolhi os looks de passarela mais “usáveis” rs, mas mesmo assim eles são diferentes do que costumamos usar no dia-a-dia, então vou postar logo mais um post com looks “normais” que aderem a essas tendências!

Qual a favorita de vocês? E qual não usariam?

Beijos!

RESPONDENDO AS DÚVIDAS SOBRE INTERCÂMBIO!

58481_505821439460142_1809002567_n

Finalmenteee!! Tenho que parar de prometer coisas aqui no blog porque estou demorando demais para cumprir hahaha

Fiquei super feliz de ver vocês mandando perguntinhas, sei como decidir fazer intercâmbio é agoniante! Eu mesma passei horaaaaaaaass pesquisando, vendo vídeos no youtube e etc. Feliz que agora posso contribuir compartilhando minhas experiências 🙂

Para o vídeo não ficar muito chato e enorme, vou dividir em partes. Como as perguntas seguem quase sempre a mesma linha fui fazendo em forma de tópicos. Esqueci de falar um monte de coisa que eu queria mas vou fazendo vídeos contando as coisas sempre que der, pode ser?

Deu de entender?? Falei muito rápido? Espero que não e que tenha ajudado vocês!

As perguntas que são respondidas no vídeo são as seguintes:

  • Se comunicar em inglês com as pessoas – 1º e 2º intercambio
  • Inglês americano x inglês britânico
  • Mais fácil falar com estrangeiros do que com americanos nativos?
  • Se comunicar com os hostparents
  • Se já fiz curso/sabia inglês antes de viajar – TIMIDEZ, DIFICULDADES,  HOSTFAMILY PACIENTE, TRAVAR
  • Gastos de intercambio – Los Angeles e Londres – Levei quanto de dinheiro?
  • Vale a pena? Vale a pena apenas 2 meses?

Quero agradecer as meninas que perguntaram: Juliana, Manoela, Letícia, Marcelle, Jéssica, Liliana, Ana, Victoria, Thayane e Geomara!

Se inscrevam no canal, curtam o vídeo e me contem o que acharam, vou tentar gravar a segunda parte logo logo!

Beijosss