DIÁRIO DE VIAGEM: VALLE NEVADO

Oi meninas, tudo bem?

Sem dúvida alguma, o segundo dia de viagem foi o melhor de todos. Acho que a maioria das pessoas que nunca viu neve, sonha, em algum dia, vivenciar essa experiência né? Como citei lá no post de introdução, fomos com a Sousas Tour em nossos passeios e o para o Valle Nevado estava marcado para o domingo. Chove pouco no Chile mas geralmente chuva em Santiago significa neve no Valle Nevado, como havia chovido quando chegamos, estávamos ansiosos para esse passeio.

Saímos beeem cedinho, um pouco antes das 8h, para não pegar trânsito e poder curtir a neve tranquilos.

A primeira parada foi para alugar roupas especiais para neve, indico muuuito fazer isso. Vocês sabem que neve é fria e molha né? kkkk Eu não me arriscaria ir sem essas roupas. Elas são impermeáveis e impedem que o frio passe e ainda assim é capaz de você sentir frio. Custa mais ou menos R$ 100,00 com o casaco, calça e a bota. Vimos pessoas sem essas roupas que acabam nem aproveitando o passeio pro causa da temperatura. Outra coisa é a touca e os óculos de sol. A neve reflete e machuca os olhos sem proteção. O meu tem a lente clara e a claridade me deu dor de cabeça depois de um tempo.

Look do dia muito lindo... só que não :(
Look do dia muito lindo… só que não 🙁

Para chegar até o Valle Nevado são 60 curvas, bemmm curvadas mesmo hahaha Não se enganem com as primeiras que aparecerem no caminho, pois nem se comparam com as verdadeiras. Paramos um pouco antes dessas curvas iniciarem para curtir o visual das montanhas começando a se encher de neve e se acostumar com a altitude.

IMG_2960

Ninguém no nosso carro passou mal e eu achei bem tranquilo comparando com o que falaram pra gente antes de viajar. Eu senti um desconforto lá pelas 14h, mas como eu disse, a lente do meu óculos era clara e o reflexo da neve me deixou com dor de cabeça, acredito que poderia ter sido evitado com um óculos mais escuro.

IMG_2952

Outra parada que estava em nosso roteiro era na curva de número 40 que fica Farellones e El Colorado, lá tem “pistas” de boia para brincar só que não tinha aberto em função da neve 🙁 Só batemos umas fotos e fomos para o Valle Nevado.

farellones

Chegando lá, fomos fazer um brunch, algumas pessoas não tinham tomado café e em função do horário, já aproveitamos para almoçar. Ficamos pelo Valle Nevado curtindo um pouco, só que lá é mais destinado pra esquiar mesmo e dessa vez decidimos que não valia a pena. Me deu muuita vontade de aprender e é tão fofo, até criancinhas sabem esquiar <3 Estávamos indo embora e… NEVOU!!!!!!!! <3 uma neve tímida, que veio dando o ar da graça devagar e nos deixou felizzz da vida!!!

valle nevado

Saindo do Valle Nevado, nosso guia parou na descida para que pudéssemos brincar na neve. Essa foi a melhor parte, pois era um lugar tranquilo pra se divertir mesmo. Fizemos um boneco de neve que ficou horrível e foi destruído por uma guerra de neve, rolamos, deitamos e aproveitamos muito. Adorei essa parada, foi lindo hahaha

brincadeiras

Não era pra eu dizer, mas esse boneco de neve da foto, não foi nós que fizemos kkkkk Um outro grupo de pessoas que fez e aproveitamos para as fotos. É difícil construir um assim bonitinho kkkkk

Acho que o post mais legal dessa viagem foi esse, quem ficou com vontade de visitar o Valle Nevado? Já quero voltar!

ana-caroline

 

 

 

 

 

 

DIÁRIO DE VIAGEM: CONHECENDO O CHILE

IMG_2960

Decidi começar a maratona de posts sobre o Chile fazendo uma pequena introdução. Que hotel fiquei? Quando eu fui? Quando tem neve? Tem terremoto? Como converter pesos chilenos para reais? Vamos lá! Hahahaha

O sonho do meu pai era ver neve e esse foi o principal motivo para irmos ao Chile, quem organizou tudo foi ele mesmo pois eu e minha mãe estamos com a vida beeem corrida em função do Chico Cheiroso. Apenas sabíamos o dia e que tínhamos que arrumar as malas hahahah

10656603_763927190316231_814249880_n

Fomos eu, meu pai, minha mãe, uma amiga, a filha dela com o noivo e um casal primo deles. Eu, meu pai e minha mãe fomos com um voo diferente deles pois meu pai trocou as passagens nesses programas de fidelidade. Saímos de Navegantes, fomos pra SP, depois pro RJ e, finalmente, desembarcamos em Santiago hahahah Foi bem cansativo, principalmente na volta maaas quem voa sem pagar, não pode reclamar né? Também é possível ir para o Chile de carro (a Carol já foi!), como não tínhamos muito tempo, optamos por ir de avião mesmo.

IMG_2952

Saímos daqui no dia 29 de agosto e voltamos dia 03 de setembro, aproveitamos que aqui em Blumenau é feriado no dia 02 para emendar, isso é uma ótima dica pois como é feriado só aqui, não pegamos muvuca de feriadão.

No Chile não tem neve o ano todo, começa em junho e no fim de setembro já está acabando. Nesses dias que fomos, tinha bastante neve.

Ficamos em um hotel chamado Tempo Rent Apart Hotel, em Santiago, tem uma localização boa, perto de metro, de shopping e uma área bem segura da cidade. Em relação ao clima, não achamos tão frio quanto esperávamos. No Valle Nevado é extremamente frio e indicamos alugar roupas especiais para neve. Em Santiago, é um inverno normal, como o aqui de Blumenau.

IMG_3193

Fizemos dois passeios: ao Valle Nevado e a Viña Del Mar e Valparaíso, ambos fizemos com a empresa Sousas Tour, eles fazem vários passeios pelo Chile e é só pra brasileiros. Eles também que nos pegaram e levaram para o aeroporto.

Vocês sabiam que no Chile tem terremotos? São cerca de 20 por dia, mas não são perceptíveis para nós meros humanos. Acho que sentimos alguns tremores, mas nada assustador. Além disso, toda a cidade é equipada para terremotos, sem medo gente!

IMG_2920

O primeiro contato com os pesos chilenos é um pouco louco. Um vestido 10.000 pesos??? :O A conta depende da época que você vai mais é fácil: corte os 3 últimos zeros: resutado 10, certo? Multiplique por 4 e terá o valor: 40 reais! Simples né? A multiplicação pode variar entre 4/5, na nossa época estava 4.

Pronto! Após essa introdução, estou preparada pra começar os Diários de Viagem: Chile!

ana-caroline

 

 

DIÁRIO DE VIAGEM: ALPES SUÍÇOS E ROMA

Continuação do Diário de Viagem da Meigan e do Matheus

1800859_614164548658046_409801998_n

Vou confessar a vocês, mesmo depois de ter passado pela cidade mais visitada do mundo em 2013, pela cidade liberal e pela romântica Paris, posso dizer que o primeiro dia de 2014 foi o que mais me deixou deslumbrada.

Compramos aqui no Brasil já, um passeio com destino aos Alpes Suíços, primeiramente um tour por algumas montanhas próximas, passando pelo Lago dos Quatro Cantões e chegamos a Lucerna, nossa primeira parada.

Uma cidade muito fofa, uma das mais conhecidas do país. Fizemos um tour rápido, mas, não deixamos de conhecer a Igreja dos Jesuítas que está lá desde 1560, o Monumento do Leão elogiado como “o mais lúgubre e tocante peça em pedra no mundo” e a ponte de madeira mais antiga da Europa, Kapellbrücke.

1

Continuamos nosso passeio rumo ao principal destino, Engelberg. Pense em um cenário maravilhoso, casas lindas, rodovias impecáveis e neve, muitaaa neve.

O Monte Titlis fica a mais de 3.000 metros de altitude e para chegar ao topo é necessário utilizar os serviços de bondinhos, inclusive o primeiro giratório do mundo que nos permite uma vista panorâmica e dura mais ou menos 20 minutos.

Os termômetros marcavam 6ºC negativos, mas, a sensação não era tanta, mesmo a gente não sentindo mais nossos dedos dos pés e das mãos. Ver neve pela primeira vez e em tamanha proporção é inexplicável, encantador e maravilhoso.

Há um teleférico a céu aberto que passa por cima das pistas de esquis, é muito alto, dá um medinho, mas, a vista é deslumbrante. Conhecemos a mais alta ponte suspensa da Europa, essa sim dá medo, além de estar a 500 metros do chão, ela balança conforme o vento.

Visitamos a caverna feita de gelo, o terraço, restaurante panorâmico e o museu glacial. Aproveitamos a tarde toda lá, saímos ao anoitecer. Realmente é um lugar que vale a pena conhecer.

2

De volta à Zurique, tínhamos uma reserva no restaurante Raclette Stube, conhecido por sua tradição de servir o verdadeiro fondue. Experimentamos dois tipos, o de queijo e outro que vem um adicional de vinho branco, de acompanhamento são servidos apenas pão e batata assada.

Pra falar a verdade, não gostamos muito, o queijo tinha um cheiro estranho, mas não era tão ruim, ruim mesmo era o que continha vinho junto.

1508295_614165161991318_2133034104_n

10000098_614165155324652_1504482151_n

O dia seguinte amanheceu nublado, passeamos um monte pela cidade para conhecer mais, aproveitamos algumas liquidações e retornamos ao hotel para fechar nossas malas e realizar o check-out.

Pegamos um trem noturno para Roma, chegamos por volta das 9:30hrs da manhã, não conseguimos nos localizar muito bem na saída da estação pois, não haviam muitas placas. Preferimos pegar um táxi já que estávamos bem cansados, para nossa surpresa o hotel era super perto da estação.

Nosso check-in no hotel Andreotti estava programado só para as 16hrs, mas pela graça divina já havia um quarto disponível, pensem na nossa alegria. Nós nos acomodamos, tomamos café e já fomos turistar.

Começamos pela parte nobre de Roma, a pé, pois, na cidade inteira só há duas linhas de trem, o que dificulta um pouco a passeata. Passamos pela Piazza Spagna, caminhamos pelas lindas rua Del Corso, Delle Carrozze e Condotti.

Um detalhe que não passa despercebido são as placas de identificação das ruas, a maioria é feita em mármore, um luxo.

Caminhamos mais um pouco e encontramos a Fontana di Trevi, considerada a maior e mais ambiciosa construção de fonte barroca da Itália. A tradição da fonte diz que se você jogar uma moeda voltará à cidade e se jogar duas encontrará seu amor lá, como eu já estava com meu, só joguei uma mesmo hahah.

3

Seguimos e logo chegamos ao Pantheon, o monumento mais bem conservado da Roma Antiga, esta lá desde o século 7, apesar de ter sofrido algumas transformações, principalmente pelo fogo que o atingiu. É muito apreciado por sua cúpula que permite a entrada de luz natural. A entrada é gratuita e é possível participar de missas em alguns horários determinados.

Fomos até a Piazza Navona, não sei dizer se sempre é cheia, mas naquele dia havia muitas barraquinhas de vendas, alguns artistas de ruas e vários turistas aproveitando o dia.

No final da tarde, caminhando por uma grande avenida passando por Castel Sant’Angelo e Corte Suprema di Cassazione, estávamos sentados em uma mureta que cercava o rio tirando algumas fotos e apareceram três fotógrafos, perguntaram de onde éramos, o que fazíamos por lá, falaram que estavam vendo a gente já fazia um tempo e pediram para que sentássemos juntos na mureta e nos beijássemos para que tirassem algumas fotos nossas, depois nos passaram o e-mail deles para solicitarmos, muito estranho, mas no fim das contas eles realmente nos enviaram as fotos.

1964568_614168425324325_1939076304_n

4

Resolvemos passar novamente da Fontana di Trevi, há boatos de que ela é ainda mais bonita à noite, podemos confirmar que sim.

Jantamos em um restaurante por ali mesmo, apreciamos as tradicionais pizzas da cidade, são muito gostosas, mas, não há muitas opções de sabores.

Na volta ao hotel, paramos para comer um crepe, compramos uns presentes para a família e para nós haha Passamos pela Fontana del Tritone e nos perdemos, pra variar. O hotel não ficava muito longe de onde estávamos, mas demoramos o dobro do tempo para chegar a ele, sem comentários haha.

Roma estava com um clima mais agradável, era possível usar um suéter e uma flanela sem passar frio, temperatura média de 12ºC.

1974700_614168581990976_1302577199_n

Nossa série de posts está chegando ao fim, tenho que confessar que estou amando reviver estes momentos.

No próximo vou contar pra vocês sobre os outros 3 dias nesta cidade histórica e vou dar umas dicas referente à todos estes lugares que passamos, não percam!

Beijoss

TATUAGEM – PARTE DOIS

Demorou mas chegou! Hahaha

Quase um mês depois minha tatuagem já está linda, sem cascas e podemos ver o resultado certinho.

Foram praticamente 3 semanas para que ficasse o resultado final. Eu sei que ela é pequena mas os cuidados são os mesmos que uma gigante.

Passei uma pomada que o tatuador falou 3 vezes por dia durante as 3 semanas. Também não pode tirar a casca (mesmo que dê muita vontade).

E caso você não saiba, para doar sangue (agora a partir dos 16 já pode!) você tem que ter a tatuagem a pelo menos 1 ano. No lugar que você for fazer eles tem um papel para comprovar o tempo da sua tattoo.

Paguei 70 reais na minha e esse era o preço mínimo.

Mas eu não sou a única que tem tatuagem! A Carol também tem, ela pagou só 120 reais e não foi no mesmo lugar em que eu fiz, vejam que linda:

Acho que era isso que eu tinha para falar! Hahaha Caso você não tenha visto ainda aqui eu fiz um post gigante contando tudo! Para terminar mais algumas inspirações para vocês!