RHAPSODY OF THE SEAS – DIÁRIO DE VIAGEM

Oi, meninas!

Contei no último post um pouco sobre como é o Rhapsody of the Seas, o cruzeiro no qual passei as férias. Hoje vou mostrar um pouquinho de como foram nossos dias nele, vem ver!

Rhapsody of the Seas

Nossa viagem começou em uma sexta-feira a noite na rodoviária de Balneário Camboriú (SC). Saímos rumo ao Porto de Santos, onde chegamos na manhã seguinte. Chegando no Porto, a primeira coisa que fizemos foi encontrar o guichê da nossa empresa e despachar as malas. O processo foi muito tranquilo, sem filas nem confusões.

Depois disso esperamos o número do seu check-in ser chamado. Isso levou mais ou menos 2 horas, então finalmente fizemos o check-in e entramos no navio.

Mesmo não sendo um dos maiores, ele é lindo e encanta quem não conhece nenhum. Como ele sairia apenas na parte da tarde, passeamos por todo ele. É ótimo fazer isso, porque como o navio ainda está bem vazio, é uma hora boa para tirar fotos da estrutura e suas sem “intrusos” no fundo, além de que seu senso de direção lá dentro melhora muito!

Rhapsody of the Seas
IMG_2366

Rhapsody of the Seas

Os dias no mar foram cheios de atividades! Aproveitamos a programação do navio e principalmente os espaços dele, como o casino e a piscina.

Nos dias de sol, a piscina era nossa principal atividade, tanto a externa quanto a interna. Já quando o clima não colaborava muito aproveitamos para participar das atividades do navio, como quizes (de todos os temas possíveis) e até mesmo bingo! haha. O divertido é que todo mundo participa de tudo, então não fica estranho você em um jogo de bingo e uma senhorinha em uma festa na piscina, por exemplo haha.

Rhapsody of the Seas
DCIM101GOPRO

A programação da noite no Rhapsody of the Seas era quase que certa: jantar, depois casino! Matheus joga poker então aproveitou ao máximo o lugar. E até eu entrei na onda e arrisquei no black jack e na roleta (adorei jogar, mas ganhar que é bom, NADA!).

Rhapsody of the Seas Rhapsody of the Seas Rhapsody of the Seas

Nos dias em que paramos em cidades, a diversão no navio ficava mesmo para a parte da noite. Mas sem dúvidas, a noite mais incrível foi a do dia 24/12. Gente, que Natal lindo! Com direito a coral e dançarinos, nosso Natal teve também um show do tenor Jorge Durian e uma pool party! Foi lindo demais!

Rhapsody of the Seas Rhapsody of the Seas Rhapsody of the Seas

Resumindo, nossos dias no navio foram assim! ♥

Vou contar em outros posts mais as cidades em que paramos e dar algumas dicas para quem, assim como eu fui, vai viajar pela primeira vez!

Beijos,
Carol-Borba

RHAPSODY OF THE SEAS: CONHECENDO O NAVIO

Oi, meninas!
Como vão?

Bom, um assunto que vai render alguns posts por aqui é o cruzeiro que eu fiz no final do ano passado. Hoje, para começar, vou contar um pouco sobre o navio em que viajamos, o Rhapsody of the Seas, da Royal Caribbean.

Rhapsody of the Seas

Na hora de selecionar o cruzeiro que faríamos, levamos mais em consideração os destinos em que pararíamos do que o próprio navio, pois como não conhecíamos nenhum, não tínhamos como saber qual era melhor, etc… Selecionamos então o Rhapsody sem conhecer muito bem ele, mas acabamos adorando!

Nosso cruzeiro teve a duração de 7 noites e passamos pelas cidades de Punta del Este, Buenos Aires e Montevideo, além de ficarmos três dias inteiros navegando. Esse roteiro é super legal, vale a pena fazer! Mas vou contar um pouco mais sobre nossa experiência em outros posts, pois o foco hoje é o navio!

O Rhapsody of the Seas não é um dos maiores, mas tem tudo o que precisamos. Ele pertence a classe Vision da Royal, e conta com 11 decks recheados de coisas legais!

Rhapsody of the Seas

Para diversão durante o dia, são duas piscinas com água salgada, uma interna e uma externa, seis jacuzzis, uma parede de escalada (parece fácil, mas é difíííicil!), pista de caminhada e academia. Além das atividades que acontecem em diversas áreas do navio.

Rhapsody of the Seas DCIM101GOPRO

Rhapsody of the Seas
Rhapsody of the Seas

IMG_2366

Para a noite, o principal entretenimento é o Casino Royale! Ele é muito bonito e oferece desde caça-níqueis até jogos de mesa como Black Jack, roleta, Poker, etc… Acontecem também festas no Viking Crown Lounge (tipo a baladinha do navio) e festas temáticas no Centrum dependendo do cruzeiro, além de outras atividades como dinâmicas e até karaokê! O Rhapsody também conta com um teatro lindo, onde acontecem apresentações todas as noites!

Rhapsody of the Seas

 

Rhapsody of the Seas

Rhapsody of the Seas

Rhapsody of the Seas

Para quem gosta de comprar, algumas lojinhas fazem nossa alegria! São produtos diversos, desde perfumes, maquiagens, até relógios de grifes, bolsas, jóias, souvenirs, etc… tem muita coisa! E o bom é que todo dia tem uma promoção diferente para a gente aproveitar! No Rhapsody são quatro lojas: uma que vende bebidas e comidinhas importadas (tipo de free shop mesmo), outra da Royal que vende coisas deles, roupas de marcas como Tommy Hilfiger e Nautica, bijuterias, relógios, etc…, uma perfumaria e uma boutique com bolsas e óculos de grife, além de jóias de marcas famosas (e caras!).

 

Sobre alimentação, apenas elogios! O navio conta com três restaurantes que tem as refeições inclusas no pacote: o Windjammer (um restaurante de buffet bem informal que serve todas as refeições sem reserva), o Edelweiss (um restaurante a la carte mais formal que serve café da manhã, almoço e jantar, mas precisa de reserva apenas para a noite) e o Park Cafe (uma opção para quem quer algo bem rápido e mais “gordo” como hamburguers e cachorro quente, por exemplo). Além deles, existem os restaurante de especialidade, como um italiano e um japonês, por exemplo, mas a não ser que você faça questão de alguma dessas comidas, não vale a pena pagar a mais pois o Edelweiss tem pratos muito bons que já estão inclusos!

Rhapsody of the Seas

Rhapsody of the Seas

Sobre as cabines, a nossa era uma interna grande, mas que de “grande” não tinha nada! haha. Ela é bem pequena, mas dá para se organizar e pelo tempo que passamos lá dentro, não precisava ser maior.

Rhapsody of the Seas Rhapsody of the Seas

Espero que as informações sejam úteis, já que para mim, foi muito difícil encontrar esse tipo de coisa antes de viajar!

Beijos,
Carol-Borba

DIÁRIO DE VIAGEM: DIAS 3 E 4 EM FORTALEZA

Olá!

Vou continuar contando o meu roteiro da viagem do fim do ano.

Após os dois dias passeando pelo litoral do Ceará, escolhemos o terceiro dia para ficar mais livre. Saímos do hotel um pouco mais tarde e andamos pela Avenida Monsenhor Tabosa, que estava em reforma mas era do ladinho do hotel e é uma das principais ruas de compras. Compramos algumas coisas lá com preços bem legais. Comprei uma saia longa por R$ 15,00, um vestido longo por R$ 60,00 e um shorts de oncinha bem fofo que foi uns R$ 40,00, se eu não me engano. Andamos a rua toda e depois voltamos para o hotel e fomos curtir um pouco a piscina e a vista linda que tinha lá de cima!

hotel

Depois do almoço fomos andando do nosso hotel até a Praia do Futuro, a partir das 16:00 até tarde da noite fica uma feirinha enorme que é bem famosa, porém, era véspera de natal e menos da metade das barracas estava aberta 🙁 Mesmo assim valeu a pena, minha mãe comprou um biquíni completo por R$ 30,00, compramos lembrancinhas fofas e voltamos para o hotel porque a caminhada era longa hahaha. Nos arrumamos para a véspera de Natal e fomos à Missa do Galo na Catedral de Fortaleza. Foi uma das missas mais emocionantes que já fui, estava lotado e as pessoas levam até cadeira de casa para sentar.

Após a missa fomos sair para jantar, a intenção era ir no famoso Coco Bambu mas quando chegamos lá, estava fechado!! Acabamos jantando no restaurante Beira Mar Grill, o preço é salgado (como todos os lugares que comemos na viagem) e a comida não era tããão espetacular. Após a janta voltamos para o hotel.

No dia seguinte programamos para ir no Crocobeach que também fica na Praia do Futuro, mas é preciso de um táxi para chegar lá porque era bem distante do hotel. Crocobeach foi outra surpresa, eles tem uma estrutura enorme e muito preparada para os turistas. Apesar de ter gente circulando o tempo todo vendendo coisa lagosta, camarão, tapete, pulseiras e etc, na própria estrutura tem restaurante com comida por kilo, à la carte, piscina, mesas na beira da praia, árvores, deck, ar condicionado, chuveiros… Enfim, é um lugar enorme com o que você quiser fazer. Fato interessante: a água nesssa parte da praia tem um tom escuro em alguns pontos e parece sujeira, achamos estranho porque vimos gente tomando banho normalmente e minha mãe parou para perguntar. O senhor explicou que a água fica assim em algumas épocas do ano, mas não é suja e pode tomar banho nela tranquilamente. Falou que provavelmente é a água doce que se mistura nessas faixas de água salgada e fica nesse tom. Legal né?

crocobeach

Depois do almoço fomos dar uma caminhada e descobrimos mais uma maravilha ali naquela região, conforme a maré vai baixando, vão se formando piscinas naturais que é uma delicia de ficar porque não tem muita gente e a água é calminha, amei!

Nesse dia não levei a câmera para lá, bati as fotos só com o celular, mas no site deles da de ver toda a estrutura.

Ah, mais uma dica! Em Fortaleza não tem horário de verão e escurece muito cedo, o que é uma pena! E não aconselho pegar um hotel perto dessa região da Praia do Futuro, porque os restaurantes ficam abertos apenas durante o dia e a noite só abrem às vezes e fica tudo deserto.

Só tenho mais um post sobre a viagem mas depois quando eu acabar de contar minhas aventuras, já tenho novidades que eu acho que vocês vão adorar!

Beijoss

COMPRINHAS DO MÊS: BIQUINIS

IMG_1438

Para quem é da região sabe que Ilhota é a cidade certa para encontrar biquínis com preços melhores do que nos outros lugares né? E já que o verão está chegando fui para lá fazer minhas escolhas e me preparar pra esse clima delicioso que está chegando. As lojas maiores são também as mais caras (parte de cima por 79 reais, help!!) e pelo que eu vi tem muita predaria e estampa. Só que gente… bijuteria + mar + areia + piscina + sol? Acho que não da certo né! Eu prefiro não arriscar mesmo com uns modelos lindos.

Achei em uma loja os modelos exatamente como eu queria: tomara-que-caia sem muita frescura de pingentes e com preço legal!

etnico

Escolhi essa parte de cima étnica lindaa e para combinar a calcinha na mesma estampa. Ainda comprei uma calcinha vermelha no mesmo estilo e uma azul escuro em um modelo diferente que combina com essa estampa!

resto

Eu amoo essa cor verde-azulada e gostei muito combinando a parte de cima com o vermelho mas comprei uma calcinha da mesma cor também. E a última parte de cima é com as cores da bandeira do EUA e é a minha caraaa hahaha. Pra combinar as mesmas calcinhas vermelha e azul marinho.

No fim totalizou 3 partes de cima e 4 calcinhas, o que me dá 7 combinações!! Ebaa. A média de cada parte do biquíni foi de 15 reais. Preços beeem melhores né?

Eu todo ano gosto de um padrão de biquínis, por exemplo, só tomara-que-caia e calcinhas no mesmo modelo pra não haver problemas com as marquinhas. Esse ano dei uma variada e comprei uns diferentes dos que eu já tinha, espero que eu não me arrependa.

Ah, para quem quiser dar uma olhada a loja que eu comprei o nome é Diara e achei eles no Facebook.

Espero que tenham gostado desse tipo de post que não é muito frequente aqui no blog.

Beijos